CCJ nega pedido de Flordelis e mantém cassação

Presidente da Câmara, Arthur Lira ainda não estipulou prazo para pautar o caso
-Publicidade-
Flordelis é acusada de assassinar o marido, o pastor Anderson do Carmo
Flordelis é acusada de assassinar o marido, o pastor Anderson do Carmo | Foto: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados rejeitou nesta terça-feira, 13, por 47 votos a 0, o recurso da deputada federal Flordelis (PSD-RJ) contra o processo de cassação aprovado pelo Conselho de Ética da Casa.

Agora, o processo deve ser votado no plenário da Câmara. O presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), ainda não estipulou prazo para pautar o caso.

Flordelis é ré na 3ª Vara Criminal de Niterói, onde foi denunciada por ser mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, ocorrido em 16 de junho de 2019.

-Publicidade-

Leia também: “Arthur Lira: urna é a ‘grande e única juíza de qualquer disputa política’”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site