Ciro Gomes acusa Lula de conspirar pelo Impeachment de Dilma Rousseff

Declaração ocorreu durante uma entrevista na quarta-feira
-Publicidade-
O ex-governador do Ceará Ciro Gomes
O ex-governador do Ceará Ciro Gomes | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Pré-candidato à Presidência da República em 2022, Ciro Gomes (PDT), acusou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, de conspirar pelo impeachment de Dilma Rousseff. A declaração ocorreu na quarta-feira 13, durante uma entrevista.

Leia também: “Petistas fazem ‘emboscada’ e tentam agredir Ciro com pedaços de pau”

“Eu atuei contra o impeachment e quem fez o golpe foi o Senado Federal”, disse Ciro ao jornal o Estado de S.Paulo. “Quem presidiu o Senado? Renan Calheiros [MDB-AL]. Quem liderou o MDB nessa investida? O Eunício Oliveira. Com quem o Lula está hoje? Hoje eu estou seguro que o Lula conspirou pelo impeachment da Dilma, estou seguro”.

-Publicidade-

Leia mais: “PDT convida Datena para ser vice de Ciro ou candidato a governador”

O ex-governador do Ceará questionou a lealdade das pessoas próximas à Dilma na época. “O meu irmão, que também estava lutando [contra o processo de impedimento], me chamou e falou assim: ‘Será que esses caras querem impedir o impeachment?'”, comentou ele, que foi ministro da Integração Nacional durante o governo Lula.

Troca de farpas

Através de suas redes sociais, Dilma reagiu às críticas, dizendo que Ciro “está tentando de todas as formas reagir à sua baixa aprovação popular”. Em resposta, o político afirmou que errou ao lutar contra o impeachment da petista.

Ciro

 

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.