Congresso aproveita coronavírus e prorroga CPMI das fake news

Ao todo, 209 deputados e 34 senadores assinaram requerimento que amplia período de investigação por mais 180 dias
-Publicidade-

Ao todo, 209 deputados e 34 senadores assinaram requerimento que amplia período de investigação por mais 180 dias

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das fake news foi prorrogada nesta sexta-feira, 3. Com a decisão, as investigações que apuram o uso político do compartilhamento de notícias falsas estão prorrogadas por mais 180 dias.

-Publicidade-

MAIS: “O Brasil não vai aguentar”, diz Bolsonaro sobre o fechamento do comércio no país

O requerimento que amplia o período de investigação foi assinado por 209 deputados e 34 senadores. Para que o adiamento fosse aprovado, eram necessárias as assinaturas de 171 integrantes da Câmara e outros 27 do Senado.

A decisão do Congresso foi vista nos bastidores como mais uma derrota do governo, que tem centrado esforços na articulação de políticas públicas voltadas ao combate à pandemia da covid-19.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site