Revista Oeste - Eleições 2022

Conselho de Ética abre processo contra vereador petista que invadiu igreja

Renato Freitas é alvo de seis representações por quebra de decoro parlamentar e pode perder o mandato
-Publicidade-
O vereador Renato Freitas (PT), que invadiu uma igreja, pode ter o mandato cassado
O vereador Renato Freitas (PT), que invadiu uma igreja, pode ter o mandato cassado | Foto: Rodrigo Fonseca/CMC

O vereador Renato Freitas (PT) se tornou alvo, na quinta-feira 17, de um processo disciplinar instaurado pelo Conselho de Ética da Câmara Municipal de Curitiba. Ele liderou uma invasão à Igreja Católica Nossa Senhora do Rosário, na capital paranaense, no sábado 5.

Como noticiado por Oeste, fiéis celebravam um culto quando foram interrompidos por militantes com bandeiras do PT e do PCdoB. Depois de forçar a porta do templo e entrar no local, os esquerdistas ofenderam os religiosos com palavras de baixo calão, além de gritos de “fascistas” e “racistas”. Em vão, o padre tentou conter o ocorrido.

Freitas também é alvo de seis representações por quebra de decoro parlamentar e pode perder o mandato.

-Publicidade-

De acordo com parecer da Corregedoria da Câmara Municipal, o vereador é acusado por três atos que configurariam quebra do decoro: perturbação da prática de culto religioso, entrada não autorizada no templo e realização de ato político no interior da igreja.

A partir da instauração do processo, foram designados o relator do caso, Sidnei Toaldo (Patriota), e a vice-relatora, Maria Letícia (PV). O petista — que está afastado da Câmara por motivos de saúde — terá de apresentar sua defesa prévia em até 15 dias.

“O processo vai respeitar, fielmente, todas as normas legais, garantindo ao vereador o contraditório e a ampla defesa, pautando-se pelo princípio da presunção de inocência”, afirmou o presidente do Conselho de Ética da Casa, Dalton Borba (PDT). “Esse processo visa a esclarecer fatos. Não é um processo acusatório, é um processo de esclarecimento, para julgamento dessa conduta ao final dos trabalhos.”

Lula quer ‘perdão’; Eduardo Bolsonaro, prisão

Pré-candidato do PT ao Palácio do Planalto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o vereador que invadiu a igreja tem de ser perdoado. Segundo o petista, Freitas errou e precisa se retratar. “Por ser jovem, esse menino cometeu um abuso. Ele tem o direito de pedir desculpas e de ser perdoado”, afirmou.

Lula afirmou ainda que o PT vai se articular na Câmara Municipal em prol de Freitas. “Nós vamos te defender”, prometeu. “Não vamos querer que você seja cassado. Não vamos permitir que a direita conservadora da Câmara te casse.”

Em entrevista ao programa Opinião no Ar, da RedeTV!, no dia 9 de fevereiro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) defendeu a prisão do vereador petista.

“Esse vereador deveria ser preso, para intimidar as pessoas que porventura estejam pensando em invadir igrejas. A punição tem um efeito preventivo. Ela desestimula aqueles que estão inclinados a cometer crimes”, afirmou Eduardo ao comentar o episódio.

“Está na hora de a gente chamar as coisas pelos nomes. Isso não é normal, tem que ser repudiado”, prosseguiu o deputado. “Temos que alertar a sociedade. Não dá para conviver com um vereador que invade uma igreja e não acontece nada com essa pessoa.”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

13 comentários Ver comentários

  1. A política se move por interesses, como se pode verificar na situação ocorrida com a invasão desencadeada em uma igreja católica, no momento de realização do encontro dos fiéis, protagonizado pelo vereador em questão. O mais estarrecedor, de tudo, se nota pelas articulações dos progressistas esquerdistas no tocante a não reconhecer o erro do parlamentar, a qual usa de desdém e posturas ofensas, com os demais, e típico de quem evoca a liberdade de expressão, peremptoriamente, para si mesmo. O dantesco passa e perpassa pela escolha da renúncia e aspirar as eleições para deputado estadual e isto consubstancia a busca pelo poder e não importa como. Tetricamente, estamos a merce de parlamentares estrambóticos, energúmenos, espúrios, escusos e entorpecidos de integridade e decência.

  2. Esse vereador está sempre em meio a confusões e casos polêmicos! Quando ele começar a sentir a pressão ele renuncia e volta por cima como deputado nas próximas eleições… Gente sem visão pra votar nele tem bastante! Triste assim!

  3. O satanás quer aparecer mete fogo nessa peruca.
    O cara comete terrorismo sendo vereador, e ainda, está solto.
    Luladrão , Boulos, greice, turma do psol tá pedindo para todos invadirem suas casas, veículos, terras e etc. Vamos socializar tudo dos esquerdistas radicais.

  4. O PT continua a favor da IMPUNIDADE para seus fiéis enquanto aprova sem pudor a perseguição aos hereges mesmo na ausência de crimes previstos em lei. É da natureza dessas seitas serem completamente AMORAIS e portanto perigosas, já que nada têm a perder.

  5. Não vai dar nada, ele só meteu o pé na porta de uma igreja que falava de Jesus e ofendeu e apavorou pessoas comuns, agora, se falar mal de alexandre, o glânde, tá preso!

  6. Viva o novo símbolo da Justiça do Brasil! Se um menor violentar alguma parente desse sujeiro, bastará pedir desculpas e será perdoado? Já estão criando narrativas para chegar nos crimes de corrupção? Essa pós-Justiça não esta indo muito bem, não!

  7. O Sr. Luis Inácio está motivado pela frase de um certo “advogado” que conhece muito-” “Pra que punir se o crime já aconteceu!”

  8. Perdoar é dever de todo cristão. Jesus não disse: “se vocês estiverem a fim, perdoem”. Não. É uma ordem: “perdoem setenta vezes sete”. E ordenou isso por uma razão simples: quem não perdoa, guarda mágoa e ressentimento e não tem como ser espiritualmente saudável nessas condições. Mas perdão é APENAS ISSO. Ele não isenta a pessoa que cometeu o erro das responsabilidades e consequências. Alguém tem que avisar isso ao sr. Luis Inácio.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.