CPI da Covid ouve advogado da Precisa Medicamentos

Túlio Silveira teria participado de negociações com o governo
-Publicidade-
A CPI da Covid já obteve a quebra de sigilo telefônico do profissional
A CPI da Covid já obteve a quebra de sigilo telefônico do profissional | Foto: Kevin David/Estadão Conteúdo

O advogado Túlio Silveira, representante da farmacêutica Precisa Medicamentos, será ouvido nesta quarta-feira, 18, pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19. Ele teria participado das negociações que tentaram vender doses da vacina indiana Covaxin ao Ministério da Saúde.

A CPI da Covid já obteve a quebra de sigilo telefônico do profissional, além de e-mails enviados por Silveira durante as tratativas. Os congressistas querem concluir as investigações sobre o caso Covaxin, para agilizar a apresentação do relatório que está sendo redigido pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Acompanhe o depoimento:

-Publicidade-

Leia também: “A CPI virou um monstro”, artigo publicado na Edição 72 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro