CPI da Covid decide retirar sigilo de documentos

Presidente da comissão afirmou que só ocorrerá restrição de acesso caso haja justificativa
-Publicidade-
Da esq. para a dir., presidente da CPI da Covid,  Omar Aziz, e relator Renan Calheiros | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Da esq. para a dir., presidente da CPI da Covid, Omar Aziz, e relator Renan Calheiros | Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

A CPI da Covid decidiu revogar nesta quarta-feira, 9, o sigilo de documentos encaminhados à comissão. Segundo senadores, o material foi restringido indevidamente pelos órgãos que o enviaram ao colegiado.

O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou que só ocorrerá restrição de acesso caso haja justificativa. O relator Renan Calheiros (MDB-AL) alegou que apenas informações bancárias, fiscais e documentos sobre segurança nacional e de interesse do Estado se enquadram nas limitações.

-Publicidade-

Leia mais: “CPI da Covid aprova convocações de Osmar Terra e auditor do TCU”

“Estão mandando todos os documentos como se fossem sigilosos. Vamos fazer uma quebra hoje. Não tem documento sigiloso. Por exemplo, do Ministério das Relações Exteriores tudo vem carimbado sigiloso quando não é nada sigiloso. Tem documentos que estão no Portal da Transparência que a Secom mandou para cá como sigilosos”, afirmou Omar Aziz.

A discussão foi motivada pelo senador Eduardo Girão (Podemos-CE). O parlamentar disse que há necessidade de “acessar alguns dados do Amazonas para formular perguntas” ao governador Wilson Lima (PSC), que prestará depoimento amanhã.

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site