De saída para disputar as eleições, ministro da Cidadania escolhe substituto

'É importante dar sequência ao trabalho que triplicou os recursos de transferência de renda no Brasil', disse João Roma
-Publicidade-
O ministro da Cidadania, João Roma, discursa ao lado do presidente Jair Bolsonaro, durante evento de filiação do PL, em Brasília - 27/03/2022 | Foto: Fátima Meira/Estadão Conteúdo
O ministro da Cidadania, João Roma, discursa ao lado do presidente Jair Bolsonaro, durante evento de filiação do PL, em Brasília - 27/03/2022 | Foto: Fátima Meira/Estadão Conteúdo

O ministro da Cidadania, João Roma, anunciou neste domingo, 27, que Ronaldo Bento, atual chefe de Assuntos Estratégicos da pasta, vai substituí-lo. Roma participou de um evento do Partido Liberal na manhã de hoje.

“É importante dar sequência ao trabalho que triplicou os recursos de transferência de renda no Brasil”, afirmou o ministro João Roma. Entre outras autoridades, participaram do evento o presidente Jair Bolsonaro, a primeira-dama Michelle e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Currículo do novo ministro da Cidadania

-Publicidade-

Ronaldo Vieira Bento é mestre em Direito pelo Instituto Brasiliense de Direito Público, com especialização em Estudo de Política e Estratégia pela Universidade da Bahia, em Direito Público pela Estácio de Sá e em Ouvidoria Pública pela OEI-CGU. Também é oficial da reserva do Exército Brasileiro.

Desde 2005, é servidor público de carreira do Executivo Federal, atuando como membro titular do Conselho de Transparência Pública e Combate à Corrupção; ex-presidente do Fórum Nacional de Ouvidores de Segurança Pública do Brasil; presidente da Comissão Permanente de Avaliação de Documentos Sigilosos e Autoridade de Monitoramento da Lei de Acesso à Informação junto ao Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Dança das cadeiras

Até 2 de abril, 10 ministros deixarão o governo para disputar cargos nas eleições. Além de João Roma, espera-se que os seguintes ministros entreguem os cargos:

  • Tarcísio Freitas (Infraestrutura);
  • Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos);
  • Flávia Arruda (Secretária de Governo);
  • Tereza Cristina (Agricultura);
  • Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional);
  • Gilson Machado (Turismo);
  • Onyx Lorenzoni (Trabalho);
  • Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia);
  • Braga Netto (Defesa), que deverá ser o vice de Bolsonaro nas eleições.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.