-Publicidade-

Denunciado pela Lava Jato volta ao governo de Doria

Alexandre Baldy teve R$ 12 milhões bloqueados pela Justiça, além de R$ 90 mil encontrados em dinheiro vivo em casa.
O secretário dos Transportes de João Doria, Alexandre Baldy | Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM SP
O secretário dos Transportes de João Doria, Alexandre Baldy | Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM SP | alexandre baldy, secretaria estadual dos transportes, joão doria, governo do estado de são paulo, operação lava jato

Alexandre Baldy teve R$ 12 milhões bloqueados pela Justiça, além de R$ 90 mil encontrados em dinheiro vivo em casa

alexandre baldy, secretaria estadual dos transportes, joão doria, governo do estado de são paulo, operação lava jato
O secretário dos Transportes de João Doria, Alexandre Baldy | Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM SP

Em 6 de agosto, o secretário estadual de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, foi preso em sua casa, denunciado pela Operação Lava Jato.

Segundo foi delatado por diretores da Organização Social (OS) Pró-Saúde, ele foi um dos agentes públicos beneficiados indevidamente por interceder em favor da OS quanto aos pagamentos do contrato de gestão do Hospital de Urgência da Região Sudoeste, em Goiânia. A unidade foi administrado pela OS entre 2010 e 2017, de acordo com a Justiça.

Por causa disso, o juiz Marcelo Bretas pediu o bloqueio de R$ 12 milhões em bens de Baldy. Na manhã da prisão, a Polícia Federal já havia encontrado R$ 90 mil em dinheiro vivo na casa dele.

Ainda assim, na semana passada, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes decidiu suspender a ação penal contra ele e determinou o cancelamento da denúncia até que a Corte analise se o caso deve ser julgado pela Justiça Eleitoral de Goiás.

Dessa forma, Alexandre Baldy pôde retornar nesta quinta-feira, 1º de outubro, ao cargo de secretário de Transportes Metropolitanos do governo de João Doria. O governador, aliás, fez questão de frisar que não perdeu a confiança nele, mesmo quando Baldy estava atrás das grades.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês