Depois de virar investigado, presidente do CFM critica CPI e defende autonomia médica

Mauro Ribeiro destaca que comissão optou por não ouvi-lo
-Publicidade-
Presidente do Conselho Federal de Medicina, Mauro Ribeiro | Foto: Reprodução/CFM
Presidente do Conselho Federal de Medicina, Mauro Ribeiro | Foto: Reprodução/CFM

O presidente do Conselho Federal de Medicina, Mauro Ribeiro, divulgou uma nota criticando a CPI da Covid que o tornou investigado nesta quarta-feira, 6. “Esta decisão não causa surpresa, diante da narrativa falaciosa adotada pela CPI ao longo de sua existência, transformando a comissão num palco midiático para embates políticos e ideológicos”.

“Eu – assim como o CFM – mantenho firme minhas convicções em favor da autonomia do médico e do paciente, princípio milenar hipocrático que é pilar da prática da medicina, o qual deve ser defendido – hoje e sempre – sob qualquer circunstância”, afirma.

Leia mais: “Renan põe Allan dos Santos e Otávio Fakhoury em lista de investigados pela CPI”

-Publicidade-

Ao justificar a decisão de colocar o presidente do CFM na lista de investigados, o relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), disse: “Pelo apoio ao negacionismo, pela maneira como deu suporte à prescrição de remédios ineficazes e os defendeu publicamente e pela omissão de fatos criminosos”.

Segundo Mauro Ribeiro, os membros da CPI deixaram clara a opção de dar palanque àqueles que mantém um discurso alinhado com determinada visão, distante da realidade enfrentada pelos médicos na linha de frente contra a covid-19.

“Desde o início desses trabalhos, me coloquei à disposição desta CPI para, em depoimento, esclarecer todas as dúvidas dos parlamentares. No entanto, os parlamentares escolheram ignorar o apelo da maior entidade médica do país”, afirmou o presidente do CFM.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

10 comentários Ver comentários

  1. O CFM juntamente com sua centena de especialistas, debruçados nos estudos relativos à peste chinesa, não sabem NADA!! Quem sabe tudo, são os três patetas da CPI circense…

  2. Renan Calheiros se acha autoridade acima do conselho da classe médica, julgando que tem respaldo para definir o que é tratamento aceito ou não, sequer tentando se informar a respeito do código de ética médica que regulamenta a profissão e dá autonomia na prescrição individual.

  3. E nós pagamos caro, muito caro, para que esses medíocres, corruptos e alienados nos atrapalharem em tudo que possam, somente se interessando na obtenção de vantagens pessoais e dos seus comparsas, principalmente quando ocupam posições relevantes; vide Alcolumbre x André Mendonça, Pacheco x CPI, Nhonho x Bolsonaro!
    Juntos então ao STF, constituídos de ativistas judiciais, (militantes socialistas), pagamos muito caro e para que todos nos mantenham sob o subdesenvolvimento inerente às suas mentes e necessidades fisiológicas.
    É vital que não voltemos a eleger cidadãos maus-caracteres, despreparados e corruptos às Casas Legislativas; essa é a nossa função primordial!

  4. Essa CPI se mostra mais uma fonte fidedigna da inutilidade da maioria dos senadores. Será enterrada nos anais desse prostibulo como mais um desserviço ao país. Como ja comentado aqui a resposta tem q ser nas próximas eleições, varrendo esse lixo e colocando todos na rua.

  5. Essa cpi show de humoristas do g7 vão pedir votos ano q vem ,né? Atenção eleitores dos estados de onde surgiram esses brancalhones, vamos elegê-los para a lata do lixo do rol dos dos políticos abjetos da história do Brasil, dedicando à esses rábulas do molusco et caterva, ZERO VOTOS!!! Vai ter rabinho pra baixo das pernas! Quá-quá-quá!!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.