-Publicidade-

Doria ameaça impor CoronaVac mesmo sem aval da Anvisa

Governador sugere ignorar análise da agência brasileira
O governador de São Paulo e promotor da CoronaVac, João Doria (PSDB) | Foto: Divulgação/GESP
O governador de São Paulo e promotor da CoronaVac, João Doria (PSDB) | Foto: Divulgação/GESP | governador joão doria e coronavac X anvisa

Governador sugere ignorar análise da agência brasileira

governador joão doria e coronavac X anvisa
O governador de São Paulo e promotor da CoronaVac, João Doria (PSDB) | Foto: Divulgação/GESP

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), reforçou o seu interesse em aplicar doses da CoronaVac. Nesta quinta-feira, 26, o tucano garantiu que não medirá esforços para impor a vacina aos paulistas, independentemente de uma possível negativa por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Leia mais: “Morte de Maradona encerra lockdown na Argentina?”

Nesse sentido, Doria afirmou que o projeto de imunizante — fabricado pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac Biotech —tende a ser aprovado por órgãos de outros países. Assim, deu a entender que pode não seguir o parecer a ser feito pela equipe da Anvisa.

“Ela [CoronaVac] estará validada independentemente da própria Anvisa”

“Os critérios que a Anvisa tem são os mesmos de outras agências de vigilância sanitária que também estão avaliando a vacina Coronavac nos Estados Unidos, na Europa, sobretudo na Ásia”, declarou o governador de São Paulo em entrevista ao portal Metrópoles. “Se essas agências validarem a vacina, ela estará validada independentemente da própria Anvisa”, prosseguiu o tucano.

Estados Unidos e Europa?

João Doria falou em CoronaVac nos Estados Unidos e Europa, mas, além de Brasil e China, apenas outros dois países estão apostando no imunizante: Indonésia e Turquia. A informação consta na reportagem “A verdade sobre a CoronaVac”, publicada no início do mês.

Mea culpa

Diante da repercussão do caso, o integrante do PSDB falou em “confusão”. Reforçou confiar no registro da vacina por parte da Anvisa. Entretanto, ressaltou que, sim, o projeto pode acabar sendo registrado fora do Brasil.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês