‘E se a maioria votar em Bolsonaro em 2022?’

Leia o artigo de J. R. Guzzo, colunista de Oeste 
-Publicidade-
Foto: Alan Santos/PR
Foto: Alan Santos/PR

Em artigo publicado na Edição 67 da Revista Oeste, o jornalista J. R. Guzzo argumenta que, para boa parte da mídia brasileira, só a vitória de Lula será admitida como resultado da eleição de 2022. Mas, e se a maioria decidir votar em Bolsonaro?

Leia um trecho

“Para a mídia brasileira, a maior parte dos institutos de “pesquisa de intenção de voto” e quem acredita, ou finge acreditar, que o Brasil vai virar uma ditadura se Lula não for eleito presidente da República no ano que vem, o resultado da eleição de 2022 só pode ser um: Lula na cabeça, possivelmente já no primeiro turno. É torcida, claro, e torcida não ganha jogo. Ou ganha? Depende da torcida, do jogo, do juiz e da federação que, no fim das contas, vai decidir qual foi o resultado. Mas é evidente, a mais de um ano da votação, que um dos lados — a oposição — já resolveu que o adversário não tem o direito de ganhar a disputa. Fica assinado desde já, então, um contrato estabelecendo que vai haver crise, e crise de bom tamanho, na eleição de 2022.

-Publicidade-

O argumento exibido com mais frequência para sustentar esse “cancelamento”, como se diz hoje, é que está em jogo uma espécie de “valor supremo” — para chegar a ele, portanto, os fins justificam os meios. Que valor seria esse? O regime democrático em pessoa, nada mais nada menos do que isso. De acordo com o consórcio que junta hoje os principais meios de comunicação, a esquerda em suas diversas encarnações e as mentes centristas, equilibradas, inteligentes etc., uma vitória de Jair Bolsonaro significará o fim da democracia no Brasil, e a Constituição proíbe terminantemente o fim da democracia no Brasil. Mas e se a maioria dos eleitores decidir que quer votar em Bolsonaro assim mesmo — como fica? Fica que, nesses casos, os eleitores precisam ser protegidos de si mesmos. Não sabem o que estão fazendo, dizem os pensadores que pensam por todos os brasileiros, e sua decisão não pode valer — para o seu próprio bem.”

Clique aqui e leia o artigo completo — “Vale tudo, menos Jair Bolsonaro-22”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site