Eleições 2020: Equipe de Bruno Covas sofre baixa

Tucano denunciado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica deixa time responsável pela campanha à reeleição do atual prefeito de São Paulo
-Publicidade-
Bruno Covas é o virtual candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo | Foto: HELOÍSA BALLARINI/SECOM/PMSP
Bruno Covas é o virtual candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo | Foto: HELOÍSA BALLARINI/SECOM/PMSP | bruno covas - prefeito de são paulo

Tucano denunciado por lavagem de dinheiro e falsidade ideológica deixa time responsável pela campanha à reeleição do atual prefeito de São Paulo

bruno covas - prefeito de são paulo
Bruno Covas é o virtual candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo | Foto: HELOÍSA BALLARINI/SECOM/PMSP
-Publicidade-

O período eleitoral oficialmente ainda não começou, mas já provoca movimentações nos bastidores do entorno de possíveis candidatos. Na maior cidade do país, por exemplo, o atual prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou nesta quinta-feira, 23, mudança no comando da equipe que trabalhará em sua campanha para a reeleição.

Leia mais: “Justiça manda Alexandre Frota penhorar bens

Então escalado para ser o coordenador da campanha de seu colega de partido, Geraldo Alckmin deixou a função. Baixa que ocorre no momento em que, conforme noticiado por Oeste, o ex-governador e ex-presidenciável tucano foi duplamente denunciado pelo Ministério Público de São Paulo. De acordo com procuradores, ele é suspeito de lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

“Ele sai com um patrimônio menor do que tinha quando começou suas atividades”

A confirmação da saída do ex-governador paulista da equipe responsável pela campanha à reeleição do atual prefeito de São Paulo foi feita por Bruno Covas. Em entrevista coletiva, ele registrou sua confiança em Ackmin, que foi quem pediu para se afastar dos trabalhos. “Ele sai com um patrimônio menor do que tinha quando começou suas atividades”, defendeu o prefeito.

bruno covas e geraldo alckmin
Bruno Covas e Geraldo Alckmin | Foto: HELOÍSA BALLARINI/SECOM/PMSP

Apoio interno

Bruno Covas não foi a única figura do PSDB a sair publicamente em defesa de Geraldo Alckmin. Em nota, o secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo e presidente estadual do partido, Marco Vinholi, também demonstrou apoio ao colega. Assim, reiterou “confiança na idoneidade” do ex-governador.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site