Revista Oeste - Eleições 2022

Marco Aurélio critica fala de Moraes: ‘Nefasto acontecimento’

Ex-ministro do STF esteve na posse do colega no comando do Tribunal Superior Eleitoral
-Publicidade-
O então ministro do STF Marco Aurélio Mello | Foto: Nelson Jr./SCO/STF
O então ministro do STF Marco Aurélio Mello | Foto: Nelson Jr./SCO/STF

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello criticou o discurso de Alexandre de Moraes, novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Perdeu esta sofrida República, perdeu o Brasil”, disse, em entrevista ao jornal O Globo, publicada na terça-feira 16. “Que tristeza. Com muita dor, fui testemunha do nefasto acontecimento.”

Durante o pronunciamento na noite de ontem, Moraes defendeu as urnas eletrônicas e prometeu um combate “implacável” da Corte às supostas fake news contra o sistema eleitoral. O novo presidente do TSE ainda afirmou que a interferência da Justiça sobre as eleições “será mínima”, mas que ela não permitirá “abusos do direito à liberdade de expressão”.

“É costume o anfitrião receber com tapete vermelho os convidados, especialmente o dirigente maior do país”, observou Marco Aurélio Mello. “O discurso do empossado foi agressivo, em nada contribuindo para o almejado entendimento.” Antes de deixar o STF, Mello e Moraes trocaram muitas farpas.

-Publicidade-

Ao longo de seus 31 anos como ministro do STF, Marco Aurélio Mello ficou conhecido por ter posicionamentos únicos, não alinhados a nenhum grupo dentro da Corte. Mello costumava divergir dos colegas nos mais diversos temas e ganhou a alcunha de “o ministro do voto vencido”.

Em sua última sessão do STF, o então ministro manifestou apoio aos nomes de André Mendonça, que acabou sendo escolhido, e Augusto Aras para sua vaga na Corte.

Leia também: “‘O STF não pode ser instrumento de partidos de oposição'”, entrevista com Marco Aurélio Mello publicada na Edição 107 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

10 comentários Ver comentários

  1. O inimigo de um inimigo não é necessariamente seu amigo. Mello sempre foi um safado como os demais soretes togados do STF, apenas pertencia a uma facção criminosa diferente. Foi tão inimigo do povo como os demais.

  2. Me pergunto o que tem de errado com as pessoas em Brasília. O discurso foi nefasto, como bem definiu o ex-ministro Marco Aurélio. Um aplauso curto e protocolar seria o máximo aceitável, mas levantarem-se e aplaudirem efusivamente, como se estivessem num teatro da Broadway? Quanta gente doente naquela cidade. Quanta decadência. Quanta falta de autoestima.

  3. Penso que o PR fez bem em ir ao evento, mas deve ter sido muito difícil. Apesar de ser um político e uma pessoa com grande capacidade de superar obstáculos, o PR deve ter tomado um antiácido e feito uma oração. Rivotril, não deve precisar. Difícil para ele sim, mas sobretudo um triste momento para a justiça brasileira.

    1. Pompa demais para um evento em uma justiça eleitoreira q só existe no Brasil, nenhum outro país tem isso. Vejam o tamanho e a imponência do prédio do TSE em Brasília, além do orçamento bilionário anual desse órgão. Coitado do contribuinte brasileiro!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.