O Brasil se tornou uma distopia

É o que afirma Ana Paula Henkel, em artigo publicado na Edição 135 da Revista Oeste
-Publicidade-
Livro <i>1984</i>, de George Orwell, com os dizeres “Big Brother is watching you” (O Grande Irmão está te observando, em tradução livre)
Livro 1984, de George Orwell, com os dizeres “Big Brother is watching you” (O Grande Irmão está te observando, em tradução livre) | Foto: Divulgação

Em artigo publicado na Edição 135 da Revista Oeste, Ana Paula Henkel afirma que o Brasil se tornou uma distopia. Segundo a colunista, as páginas de ficção do livro 1984, escritas por George Orwell em 1949, se tornarão o cotidiano brasileiro em 2022.

Leia um trecho

“Depois de vivermos tempos sombrios durante a pandemia, quando ‘duas semanas até achatar a curva’ se tornaram dois anos de opressão, coação, tirania e insanidade promovidos por governantes, legisladores e até juízes no Brasil e no mundo, agora o brasileiro ganha a versão estendida de um cenário de ações e medidas só vistas em ditaduras e regimes totalitários. Já durante a pandemia, o Brasil pôde sentir o gostinho das canetadas inconstitucionais que viraram febre em nove entre dez juízes, magistrados e projetos de tiranetes. Mas não parou por aí. O preço do silêncio de muitos diante de incontáveis atos de claro desrespeito à nossa Constituição não ficou apenas nos históricos anos de 2020 e 2021. Totalitarismo e tirania, pilares de ditaduras, não são implantados da noite para o dia, e o 2022 dos brasileiros, ano de eleição presidencial, seguiu as páginas distópicas de Orwell. Depois de sermos cerceados e guilhotinados por questionar um vírus que pode ter sido criado em laboratório, vacinas experimentais sendo forçadas na população, tratamento, lockdown e medidas restritivas inconstitucionais, fomos cerceados de questionar e debater medidas de maior segurança para o nosso sistema eleitoral.”

-Publicidade-

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 135 da Revista Oeste vai além do texto de Ana Paula Henkel. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de J.R. Guzzo, Augusto Nunes e Edilson Salgueiro, Guilherme Fiuza, Rodrigo Constantino, Iver Gandra Martins, Flavio Morgenstern, Flávio Gordon, Roberto Motta, Bruno Meyer, Evaristo de Miranda, Dagomir Marquezi e Ricardo Barros.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.