Em BH, Kalil libera museus, teatros e shows com até 600 pessoas

Durante a pandemia, capital mineira enfrentou diversos momentos de endurecimento nas restrições
-Publicidade-
Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil | Foto: AmIra Hissa/PBH
Prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil | Foto: AmIra Hissa/PBH

A partir deste sábado, 3, cinemas, museus e galerias foram autorizados a reabrir em Belo Horizonte. Música ao vivo e espaços de lazer para crianças em bares, restaurantes e similares também estão liberados, observando-se os respectivos protocolos. Todos os eventos precisarão ser comunicados à prefeitura, mesmo aqueles que estão sendo realizados em locais com alvará.

Segundo a gestão do prefeito Alexandre Kalil (PSD), também será permitido o funcionamento do comércio não essencial aos domingos “em atendimento a demanda do setor e considerando os indicadores epidemiológicos”. Durante a pandemia, a capital mineira enfrentou diversos momentos de endurecimento nas restrições.

Leia mais: “CNI aumenta estimativa de crescimento econômico para 4,9%”

-Publicidade-

Shows e teatros serão com público sentado, com limite de 600 pessoas. Se houver alimentação ou bebida, terá limite de 400 pessoas. No caso de cinema, museu e galeria, o funcionamento seguirá as regras do ano passado, com 50% da capacidade, obedecendo critérios de metragem quadrada por pessoa. Festas de aniversários e casamentos serão autorizados, desde que com testagem obrigatória. A capacidade máxima será de 200 pessoas.

“É importante que essas atividades possam ser liberadas, seguindo as normas de segurança, para que essa cadeia produtiva tão prejudicada pela pandemia comece a se reerguer economicamente, auxiliando, inclusive, na recuperação econômica do próprio município”, defende Gilberto Castro, presidente da Belotur, órgão da prefeitura responsável pelo turismo.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. Se a foto desse psicopata for da mesma data deste decreto que libera geral então por que o motivo desse Satanás estar disfarçado de médico com essa máscara ou ele é mesmo um mascarado? Mirem nos olhos desse figura apavorante e me digam que não se trata de um psicopata?

  2. Interessante que nesse ano teve 60% a mais de mortes a mais do que no ano passado inteiro e NESSE ano(6 meses) teve mais lockdowns. Os especialistas da Globo e CNN além da Ludmila Hajjar podem explicar.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site