Em recurso ao STF, Lira defende manutenção das emendas de relator

Nesta segunda-feira, presidente da Câmara se reuniu com o presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux
-Publicidade-
Presidente do STF, Luiz Fux recebe em audiência o deputado Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, e outros parlamentares | Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF
Presidente do STF, Luiz Fux recebe em audiência o deputado Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, e outros parlamentares | Foto: Fellipe Sampaio /SCO/STF

Em documento enviado ao Supremo Tribunal Federal, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), defendeu a revogação da decisão da ministra Rosa Weber que suspendeu o pagamento das emendas de relator ao Orçamento da União. O julgamento da liminar será no plenário virtual da Corte, começa amanhã e deve terminar na quarta-feira 10.

Lira argumentou que a questão trata de matéria interna do Congresso e não cabe interferência de outro poder. Ele disse que o Judiciário não pode indicar que o Legislativo adote determinado procedimento na lei orçamentária e afirmou que a suspensão pode “impedir a continuidade de inúmeras obras e serviços em andamento”.

-Publicidade-

Na decisão que suspendeu o pagamento de emendas, Rosa Weber entendeu que não há critérios objetivos e transparentes para a destinação dos recursos. A ministra considerou que há ausência de instrumentos de prestação de contas sobre as emendas do relator, que, ao contrário das emendas individuais, são distribuídas a partir de critérios políticos.

Ainda nesta segunda-feira, 8, Lira se reuniu com o presidente do Supremo, Luiz Fux, para tratar da questão. Entre outros parlamentares, participou do encontro o vice-presidente do Senado, Veneziano Vital do Rego (MDB-PB), que também se manifestou na ação defendendo a revogação da suspensão.

Em nota, a Corte informou que, na conversa, “os parlamentares explicaram o rito para a execução das emendas do orçamento e defenderam a legalidade dos atos do Congresso. O Ministro Fux ouviu e informou aos parlamentares que o tema já foi submetido a julgamento no Plenário Virtual e terá início 0h desta terça”.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.