-Publicidade-

Entenda as restrições da fase amarela do Plano São Paulo

Todas as regiões do Estado entram nessa fase a partir da quarta-feira 2
Movimentação na rua Santa Ifigênia, na região central da cidade de São Paulo (02/07/20) | Foto:  Mister Shadow/ASI/Estadão Conteúdo
Movimentação na rua Santa Ifigênia, na região central da cidade de São Paulo (02/07/20) | Foto: Mister Shadow/ASI/Estadão Conteúdo

Todas as regiões do Estado entram nesse estágio a partir da quarta-feira 2

comercio
Rua Santa Ifigênia, na região central da cidade de São Paulo | Foto: Mister Shadow/ASI/Estadão Conteúdo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), descumpriu as promessas feitas durante o período de campanha municipal de seu aliado tucano e anunciou medidas mais restritivas para o combate à pandemia por coronavírus. Na segunda-feira 30, apenas um dia depois da eleição de Bruno Covas (PSDB) como prefeito da capital paulista, Doria determinou que, a partir da quarta-feira 2, todo o Estado seja considerado na fase amarela do Plano São Paulo. A medida determina que sete regiões que estavam na fase verde (Grande São Paulo, Capital, Taubaté, Campinas, Piracicaba, Sorocaba e a Baixada Santista) regridam e tenham que aplicar mais restrições à circulação dos habitantes e funcionamento das empresas.

Confira as regras determinadas para cada atividade de acordo com o Plano São Paulo:

Shopping centers, galerias e estabelecimentos congêneres

  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local
  • Horário reduzido (10 horas)
  • Praças de alimentação (ao ar livre ou em áreas arejadas)
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico

Comércio

  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local
  • Horário reduzido (10 horas)
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico

Serviços

  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local
  • Horário reduzido (10 horas)
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico

Consumo local (bares, restaurantes e similares)

  • Somente ao ar livre ou em áreas arejadas
  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local
  • Horário reduzido (10 horas)
  • Consumo local até as 22h
  • Adoção dos protocolos padrões e setoriais específicos

Salões de beleza e barbearias

  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local
  • Horário reduzido (10 horas)
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico

Academias de esportes de todas as modalidades e centros de ginásticas

  • Ocupação máxima limitada a 30% da capacidade do local
  • Horário reduzido (10 horas)
  • Agendamento prévio com hora marcada
  • Permissão apenas de aulas e práticas individuais, mantendo-se as aulas e práticas em grupo suspensas
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico

Eventos, convenções e atividades culturais

  • Permitido após a região ficar ao menos 28 dias consecutivos na fase amarela (apenas caso a região tenha avançado das fases laranja ou vermelha)
  • Ocupação máxima limitada a 40% da capacidade do local
  • Obrigação de controle de acesso, hora marcada e assentos marcados
  • Venda de ingressos de eventos culturais em bilheterias físicas ou digitais, desde que respeitados protocolos sanitários e de distanciamento
  • Assentos e filas respeitando distanciamento mínimo
  • Proibição de atividades com público em pé
  • Adoção dos protocolos geral e setorial específico

Outras atividades que geram aglomerações não estão permitidas. 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Que FDP!
    Pobre estado e cidade de São Paulo.
    Votei no Dória para prefeito e governador. Fui enganado. Hoje não votaria nele nem para sindico de prédio. Tem ambição sem limites. Não mede consequências para atingir o que quer – neste caso – se eleger presidente da república.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.