Evento adverso não justifica parar vacinação, diz Queiroga

No início deste mês, uma jovem de 16 anos morreu depois de tomar o imunizante da Pfizer
-Publicidade-
Marcelo Queiroga é ministro da Saúde
Marcelo Queiroga é ministro da Saúde | Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta segunda-feira, 20, que os eventos adversos associados à vacinação não justificam a suspensão das campanhas ou põem em dúvida o benefício dos imunizantes contra a covid-19.

Queiroga garantiu, porém, que a aplicação das vacinas da Pfizer em adolescentes entre 12 e 17 anos segue suspensa. Conforme noticiou Oeste, a jovem Isabelli Borges Valetim, de 16 anos, morreu depois de tomar o imunizante da farmacêutica norte-americana. Em coletiva de imprensa, Queiroga disse que o Ministério da Saúde avalia o caso. O governo de São Paulo, por sua vez, assegura que Isabelli foi vítima de rara doença autoimune.

“Tivemos um evento adverso. A mim, como autoridade sanitária, cabe avaliar isso”, declarou o ministro. “Eventos adversos da vacina existem, mas não são motivos para suspender a campanha de vacinação ou relativizar seus benefícios. Contudo, a autoridade sanitária tem de avaliar esses casos.”

-Publicidade-

Leia também: “Minha filha não tinha doença autoimune, diz mãe de adolescente que morreu após tomar a Pfizer”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

  1. Bolsonaro! Troque este mandetinha! Fazer apologia de uma vacina experimental, sem segurança e eficácia comprovada, é um crime contra a população.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.