Ex-secretário de Saúde de Witzel é processado por improbidade

Conforme a Justiça, houve superfaturamento na compra de 150 mil máscaras por R$ 2,85 milhões
-Publicidade-
O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Edmar Santos | Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM RJ
O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Edmar Santos | Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM RJ | O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Edmar Santos | Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM RJ

Conforme a Justiça, houve superfaturamento na compra de 150 mil máscaras por R$ 2,85 milhões

ex-secretário
O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e o ex-secretário de Saúde do Rio de Janeiro Edmar Santos | Foto: DIVULGAÇÃO/SECOM RJ
-Publicidade-

O ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, e dois ex-subsecretários da pasta foram processados pelo Ministério Público do Estado (MPRJ). Conforme a Justiça, a ação civil pública, ajuizada na segunda-feira13, está relacionada à irregularidade na compra de 150 mil máscaras cirúrgicas por R$ 2,85 milhões.

Leia também: “O ataque do Covidão”, reportagem publicada na edição n° 7 de Oeste

A obtenção dos produtos foi realizada com dispensa de licitação sob o comando do então subsecretário executivo da pasta, Gabriell Neves (ele é réu na ação e está preso desde maio). Também está envolvido Gustavo Borges da Silva, preso no mês passado na Operação Mercadores do Caos. Vale lembrar que Santos foi detido na semana passada.

Além disso, segundo o MPRJ, as máscaras não serviam para uso dos profissionais de saúde. Em síntese, eram ineficientes na filtragem de partículas. Portanto, de nada serviam para o combate ao coronavírus. Conforme noticiou Oeste, Edmar Santos fechou delação com a Justiça. E promete entregar informações que comprometem o governador Wilson Witzel (PSC-RJ).

Leiam também: Delação de ex-secretário da Saúde pode complicar Witzel

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.