Expulso do Novo, candidato à prefeitura de SP reclama de Amoêdo e ‘capangas’

Filipe Sabará reclama da postura adotada pelo diretório nacional da legenda
-Publicidade-
Em processo de expulsão do Partido Novo, Filipe Sabará quer se manter candidato a prefeito de São Paulo | Foto: Reprodução/Instagram
Em processo de expulsão do Partido Novo, Filipe Sabará quer se manter candidato a prefeito de São Paulo | Foto: Reprodução/Instagram | filipe sabará x joão amoêdo e partido novo

Filipe Sabará reclama da postura adotada pelo diretório nacional da legenda

filipe sabará x joão amoêdo e partido novo
Em processo de expulsão do Partido Novo, Filipe Sabará quer se manter candidato a prefeito de São Paulo | Foto: Reprodução/Instagram
-Publicidade-

Candidato a prefeito de São Paulo, Filipe Sabará enfrenta problemas com a sua própria legenda, o Partido Novo. Ontem, o Conselho de Ética da agremiação anunciou que, por unanimidade, decidiu expulsá-lo de seus quadros de filiados. A justificativa alegada para a medida foi a constatação do que seriam “inconsistências” no currículo do político.

Leia mais: “Debate eleitoral pode se tornar obrigatório graças ao Psol”

Supostas “inconsistências” que não foram captadas pelos dirigentes do Novo em dezembro do ano passado. Na ocasião, o partido enalteceu a formação acadêmica e destacou o lado empreendedor de Sabará. Além disso, divulgou que ele havia sido aprovado em processo seletivo e, com isso, tinha conquistado o direito de representar a legenda na eleição deste ano na briga pela prefeitura da maior cidade do país.

Diferentemente da alegação oficial do partido, Sabará sugeriu outro motivo para a expulsão. Por meio de nota oficial e postagens nas redes sociais, ele afirma que a medida foi definida por João Amoêdo, ex-presidente nacional do Partido Novo, e por seus “capangas”. Nesse sentido, ele garante que o atrito com a legenda tem ligação com elogios que fez a ações realizadas pelo presidente Jair Bolsonaro.

Briga na Justiça

Ciente de que o Conselho de Ética do Novo quer vê-lo fora do partido, Filipe Sabará informou que recorrerá da decisão. Ao menos para conseguir se manter apto a concorrer à prefeitura da capital paulista. “Como ninguém está acima da lei, muito menos João Amoêdo, recorri e tenho uma liminar da Justiça, que me possibilita continuar com a candidatura, querendo ele ou não, gostando ele ou não”, afirma o político.

Eleições 2020: Clique aqui e confira a cobertura da Revista Oeste

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site