-Publicidade-

Frias manda notificar YouTube contra censura a usuários

Anúncio veio dois depois de a plataforma derrubar canais do site Terça Livre
"Não admitirei qualquer tipo de censura", escreveu Frias, no Twitter, sobre o YouTube
"Não admitirei qualquer tipo de censura", escreveu Frias, no Twitter, sobre o YouTube | Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

O secretário especial da Cultura, Mario Frias, comunicou nesta sexta-feira, 5, que a Secretaria de Direitos Autorais e Propriedade Intelectual notificará o YouTube pedindo explicações sobre a “suspensão de alguns usuários da plataforma”. O anúncio veio dois dias depois da empresa de mídia derrubar canais do site Terça Livre. Frias, porém, não mencionou tratar-se de uma reação ao ocorrido. “Não admitirei qualquer tipo de censura, e buscarei todos os esclarecimentos, uma vez que nosso ordenamento jurídico só permite tal suspensão através de uma ordem judicial”, escreveu o secretário, no Twitter. Recentemente, as chamadas big techs vêm censurando páginas alinhadas ao pensamento conservador. O colunista da Revista Oeste Andrew Doyle alerta que o tema é importante “e aqueles de nós que ainda se importam com as nossas liberdades têm razão em ser vigilantes”.

Leia também: “A censura ‘cidadã’ das big techs”, artigo publicado na edição 45 da Revista Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês