Gilmar Mendes X Moro: Julgamento contra o ex-juiz fica para o ano que vem

Integrante do Supremo Tribunal Federal deve aguardar retorno das sessões presenciais para entregar caso contra o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública
-Publicidade-
O ex-juiz Sergio Moro: Na mira do STF | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
O ex-juiz Sergio Moro: Na mira do STF | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL | suspeição de sergio moro - gilmar mendes - stf

Integrante do Supremo Tribunal Federal deve aguardar retorno das sessões presenciais para entregar caso contra o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública

suspeição de sergio moro - gilmar mendes - stf
O ex-juiz Sergio Moro: Na mira do STF | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
-Publicidade-

Ex-juiz federal e ministro da Justiça e Segurança Pública no início da gestão do presidente Jair Bolsonaro, Sergio Moro deverá ter a sua conduta à frente da Lava Jato em Curitiba analisada pelo plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) em 2021. Na Corte, corre processo que pode determinar a suspeição do ex-magistrado.

Leia mais: “Gilmar Mendes foi ‘colocado no seu devido lugar

O caso contra Moro está nas mãos de Gilmar Mendes, que já teceu críticas públicas ao trabalho realizado pelos agentes da operação Lava Jato. De acordo com a revista Veja, o ministro do STF, que pediu vista quando a suspeição estava a ser analisada em dezembro de 2018, tende a aguardar o retorno das sessões presenciais para devolver o tema ao tribunal.

O STF só deve retomar as sessões presenciais em 2021. Ou seja, a tendência que os julgamentos ocorram de forma online até o fim de 2020. Conforme sinalizado pela Corte, essa decisão ocorre como medida de segurança em meio à pandemia da covid-19 no Brasil. Nesse sentido, vale registrar que o integrante mais jovem da Corte, Alexandre de Moraes, tem 51 anos.

Suspeição

Na prática, o STF vai analisar se Sergio Moro foi parcial ou imparcial no julgamento de casos da Lava Jato. Caso a maioria do Supremo vote pela suspeição, os processos julgados por Moro quando era juiz federal em Curitiba poderão ser anulados. Entre as figuras julgadas e condenadas por Moro está o ex-presidente Lula.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

  1. Mas gente, Moro virou sócio dos abusos do STF!! Aplaude, contribui e direciona o amigo Lex Luthor.
    Fomos enganos por anos pelo progressista Sergio. Hoje, ajuda a perseguir os evangélicos!! VERGONHA!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.