Girão: sem Estados e municípios em CPI, ‘vamos ter apenas uma parte da verdade’

Senador afirma que já tem 41 assinaturas em apoio à instalação da comissão e diz que sociedade brasileira 'quer uma investigação ampla e irrestrita'
-Publicidade-
'Se essa CPI não for apensada, nós não vamos ter a verdade toda', afirma o senador Eduardo Girão
'Se essa CPI não for apensada, nós não vamos ter a verdade toda', afirma o senador Eduardo Girão | Foto: Reprodução/YouTube

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) defendeu nesta terça-feira, 13, que a CPI a ser instalada no Congresso Nacional precisa incluir Estados e municípios em seu escopo de investigação, e não se concentrar apenas no governo federal.

Leia mais: “‘Queremos apurar o desvio de recursos federais’, afirma Girão sobre CPI ampla”

Girão foi entrevistado no programa Opinião no Ar, da RedeTV! — que também recebeu o ministro das Comunicações, Fábio Faria, como noticiamos. Silvio Navarro, editor-executivo de Oeste, e Rodrigo Constantino, colunista da revista, participaram da entrevista. O programa, apresentado por Luís Ernesto Lacombe, também contou com a participação da jornalista Amanda Klein.

-Publicidade-

Leia também: “Senador consegue assinaturas para CPI da covid que inclua governadores e prefeitos”

“Eu espero que a nossa CPI [sobre Estados e municípios] seja ao menos apensada à CPI que tem fins políticos, de palanque para 2022. A nossa CPI é ampla, independente, justa, porque envolve a União e também as centenas de bilhões de reais destinados pelo governo federal aos Estados e municípios”, afirmou Girão. “Espero que o presidente do Senado tome uma decisão ética que agigante o Senado e o aproxime da sociedade brasileira, que quer uma investigação ampla e irrestrita.”

Leia também: “‘É uma CPI contra Jair Bolsonaro’, afirma ministro das Comunicações”

O senador confirmou que, até o momento, já coletou 41 assinaturas em apoio à criação da CPI mais ampla — muito mais do que as 27 necessárias para a instalação da comissão. “Se essa CPI não for apensada, nós não vamos ter a verdade toda. Vamos ter apenas uma parte da verdade que interessa a um setor que quer desestabilizar o país”, disse Girão.

Leia mais: “‘Não é o momento de se discutir impeachment no Brasil’, diz presidente do Senado”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.