‘É uma CPI contra Jair Bolsonaro’, afirma ministro das Comunicações

Fábio Faria ironizou decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, que determinou abertura da comissão: ‘Virou atividade essencial’
-Publicidade-
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, foi entrevistado no <i>Opinião no Ar</i>, da RedeTV!
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, foi entrevistado no Opinião no Ar, da RedeTV! | Foto: Reprodução/YouTube

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, criticou nesta terça-feira, 13, a exploração política da CPI da Pandemia, que deve ser instalada no Senado para investigar ações e eventuais omissões do governo federal no combate à covid-19.

Leia mais: “Fábio Faria, sobre CPI da Covid: ‘Vai comprovar uma atuação responsável e íntegra’”

Faria foi entrevistado no programa Opinião no Ar, da RedeTV!. Silvio Navarro, editor-executivo de Oeste, e Rodrigo Constantino, colunista da revista, participaram da entrevista. O programa, apresentado por Luís Ernesto Lacombe, também contou com a participação da jornalista Amanda Klein.

-Publicidade-

Leia mais: “Pacheco fará consulta para saber se Senado pode investigar governadores”

“O nascedouro dela [CPI] dela teve intuito eleitoral, político. É uma CPI contra Jair Bolsonaro. A covid é global. Como você vai investigar a covid no Brasil e não vai investigar tudo o que aconteceu nos Estados e municípios?”, indagou o ministro das Comunicações. “Como a gente poderá fazer uma CPI separando isso tudo? Isso é uma coisa só, é um Brasil só. Como a CPI vai ser só a União? Isso não tem sentido.”

Faria contestou a decisão do ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), de determinar a imediata instalação da CPI no Senado. “Acho interessante que o STF, com essa decisão do Barroso, coloca a CPI como atividade essencial no meio da pandemia. Temos alguns senadores com idades muito maiores do que os deputados. Quando ele [Barroso] diz que é para instalar, sabemos hoje que CPI no Senado virou atividade essencial”, ironizou.

Leia também: “Rodrigo Pacheco garante instalação da CPI da Pandemia”

Questionado sobre a expectativa do governo em relação à CPI, o ministro das Comunicações afirmou que prefere aguardar os desdobramentos do debate político no Congresso. “Estamos aguardando o presidente [do Senado] Rodrigo Pacheco. Acredito que o debate será muito maior do que nós estamos pensando. Prefiro aguardar”, disse Faria. “Não sei se o presidente Pacheco vai deixar uma CPI englobar a outra ou fazer duas. Prefiro aguardar e não opinar até ter uma certeza maior.”

Kajuru

Fábio Faria também foi indagado sobre a polêmica envolvendo o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que gravou uma conversa com Bolsonaro sobre a CPI e divulgou seu conteúdo. Segundo o ministro, o episódio é “grave” e deveria ser investigado.

“Em muitos países, se isso ocorresse, o senador estaria preso. Isso deveria ter uma investigação. Isso é extremamente grave, de uma relevância muito grande. Isso precisa ser apurado, tirando a paixão política de lado”, afirmou.

Leia mais: “‘Não é o momento de se discutir impeachment no Brasil’, diz presidente do Senado”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Lamentavelmente se o Brasil perder mais uma década, serão responsáveis o Kajuru, Randolfo e o STF. Mais o Kajuru ?!, que triste sina tem o Kajuru, sem lógica e desesperado.
    Mas no fundo acho que a CPI será um palanque para Bolsonaro , será como a facada que o ajudou a eleger. O Povo não é mais bobo. este Randolfo , pernambucano de Garanhuns , terra do Lula, nada contra Garanhuns, eles lamentavelmente tiveram a triste cruz de gerar dois indivíduos que não fazem jus ao Brasil. Depois Randolfo acabou com Amapá, igual a Sarney. Tem um monte de assessores e sempre mente quando diz que não gasta dinheiro do contribuinte. Ele não será mais reeleito. Certeza. Kajuru, já era, deve voltar a fazer radio, ou ser vagal.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.