Governo prorroga uso da Força Nacional no DF

Medida foi publicada nesta segunda-feira, 23, no Diário Oficial da União
-Publicidade-
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Justiça, Flávio Dino | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Justiça, Flávio Dino | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) prorrogou o uso da Força Nacional em Brasília por mais 15 dias, até 4 de fevereiro. A portaria, assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, foi publicada na edição desta segunda-feira, 23, no Diário Oficial da União, mas estava valendo desde sexta-feira 20.

Conforme a portaria, a Força Nacional vai “auxiliar na proteção da ordem pública e do patrimônio público e privado entre a Rodoviária de Brasília e a Praça dos Três Poderes, assim como na proteção de outros bens da União situados em Brasília, em caráter episódico e planejado, no período de 20 de janeiro a 4 de fevereiro de 2023”.

O uso da Força Nacional em Brasília foi autorizado em 7 de janeiro, um dia antes da invasão e da depredação dos prédios da Praça dos Três Poderes. Em 8 de janeiro, manifestantes entraram no Supremo Tribunal Federal (STF), no Palácio do Planalto e no Congresso Nacional.

-Publicidade-

Ao todo, cerca de 1,4 mil pessoas foram presas por envolvimento nos atos e inquéritos foram instaurados para apurar omissões e falhas na segurança. O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), foi afastado, e o então secretário de Segurança Pública do DF, Anderson Torres, que estava nos Estados Unidos em 8 de janeiro, está preso.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.