Governo reduz a zero taxa de importação da soja e do milho

Medida foi anunciada pelo Ministério da Economia e objetiva conter a alta dos preços dos alimentos
-Publicidade-
Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Medida foi anunciada pelo Ministério da Economia e objetiva conter a alta dos preços dos alimentos

apesar da crise
Em setembro, o governo já havia zerado a taxa de importação do arroz | Foto: Divulgação/Agência Brasil

No sábado 17, o Ministério da Economia informou que a alíquota do imposto de importação para a soja e o milho foi zerada. Conforme a pasta, o governo quer conter a alta de preços no setor de alimentos, que têm registrado em alguns casos aumento superior a 50% no acumulado do ano. A redução da soja valerá até 15 de janeiro de 2021 e vai abranger grãos, farelo e óleo de soja. Quanto ao milho, o corte deve vigorar até 31 de março daquele ano. A decisão foi tomada pelo comitê-executivo da Câmara de Comércio Exterior. Oeste noticiou no início de setembro que o governo já havia zerado a alíquota do imposto de importação para o arroz em casca e beneficiado. A validade da medida é até o fim deste ano.

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site