-Publicidade-

Justiça aceita denúncia, e José Serra se torna réu

Na campanha de 2014, o tucano supostamente recebeu R$ 5 milhões não contabilizados pela Justiça Eleitoral
O senador tucano José Serra | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
O senador tucano José Serra | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL | O senador tucano José Serra | Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Na campanha de 2014, o tucano supostamente recebeu R$ 5 milhões não contabilizados pela Justiça Eleitoral

justiça
Ação teria sido prescrita | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O senador José Serra (PSDB-SP) vai responder por caixa 2 e lavagem de dinheiro. O juiz da 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, Marco Antonio Martin Vargas, aceitou uma denúncia contra o parlamentar, investigado por supostamente receber R$ 5 milhões em doações eleitorais não contabilizadas na campanha de 2014. O valor teria sido pago pelo fundador da Qualicorp, José Seripieri Júnior. Além disso, os empresários Arthur Azevedo Filho e Mino Mattos Mazzamati se tornaram réus no processo.

A ação contra Serra e os demais foi recebida horas depois de o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes devolver o caso para a primeira instância. Os supostos crimes investigados prescreveriam na quarta-feira 4, dia em que a Justiça acolheu o pedido. Conforme noticiou Oeste, a Polícia Federal cumpriu mandados contra Serra em 21 de julho. Seripieri foi preso naquele dia. Segundo a operação, batizada de Paralelo 23, as doações a Serra foram feitas em duas parcelas de R$ 1 milhão e uma de R$ 3 milhões.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Não vou comentar sobre o que acontecerá a partir de agora pois sei que isso pode tomar rumos imprevisíveis. O que gostaria de saber é com relação à nova contagem do tempo, tem prazo fixo para isso ir a julgamento ou pode reiniciar uma nova contagem de, sei lá, 12 anos a mais ou até quando a morte naturalmente o levar?

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês