Justiça dá 48 horas para CBF explicar por que seleção brasileira não usa o número 24

Ação foi movida pelo Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT, associação que atua em defesa dos direitos da comunidade LGBTQIA+
-Publicidade-
Richarlison, à esquerda, ao lado de Neymar
Richarlison, à esquerda, ao lado de Neymar | Foto: Reprodução/Flickr

O juiz Ricardo Cyfer, da 10ª Vara Cível do Rio de Janeiro, concedeu liminar para obrigar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a manifestar-se, em 48 horas, sobre o porquê de a seleção brasileira ser a única que disputa a Copa América a não usar o número 24 para identificar os jogadores. Caso não responda à determinação, a CBF está sujeita a multa diária de R$ 800.

A ação foi apresentada pelo Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT, associação sem fins lucrativos que atua em defesa dos direitos da chamada comunidade LGBTQIA+. O grupo é representado pelo advogado Carlos Nicodemos e pelo escritório NN Advogados Associados.

Na petição, a associação argumenta que “o fato de a numeração da seleção brasileira pular o número 24, considerando a conotação histórico-cultural que envolta esse número, de associação aos gays, deve ser entendido como uma clara ofensa à comunidade LGBTI+”.

-Publicidade-

Leia também: “Rogério Caboclo é afastado da presidência da CBF por 30 dias”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

74 comentários

    1. Valeu São Jorge. Santo viril e guerreiro. A justiça tem tanta coisa importante prá resolver, aí vem um escritório de advogados Lgbts+outros, provocar o judiciário com uma merda dessa. Vcs por não vão para as favelas procurar defender os favelados, do que o bicho representado pelo número 24 hein? Deus criou Adão e Eva, e não Adão e Edinho. Vão procurar o que fazer bocado de Bambi.

    1. Essa turma querem impor seu comportamento e pensamento à todas as pessoas. Homens heteros são viris e essa caracteristica está sendo atacada. Essa associação do número 24 ao veado, veio do jogo do bicho; nenhum homem hetero se sente confortável em usar um número associado a um animalzinho que por sua vez foi associado ao homossexual.

    1. Bem lembrado Deus em Génese onde ele criou o princípio de tudo deixa bem claro Deus criou o macho e a fêmea em momento algum exaltou o sexo deixou bem claro homem e mulher para procriar

  1. Sou contra preconceitos. Mas tem detalhes e posições que estão passando dos limites. Ninguém pode obrigar algo que pessoas não desejam. Por exemplo, ninguém pode obrigar alguém a votar em gay. O certo é votar em pessoas, gente. Os jogadores não foram consultados e isto já é um erro. O correto é perguntar aos jogadores quem deseja o número 24. Por que não perguntaram sobre o 66 e o 69?

  2. É brincadeira. Depois de anos de vida, ler uma matéria com esse teor, e mais um juiz se exceder no despacho dando 48 hs e multa caso não cumpra é muita falta do que fazer. Ou faz parte do grupo ou não conhece o Brasil na sua verdadeira realidade. Sai da sua mesa de trabalho e venha vivenciar o outro mundo, que quer um Brasil melhor.

  3. Mas só faltava essa. A Justiça agora virou refém desse tipo de gente e de partidos de esquerda que não pode mais IGNORAR ou dizer um sonoro NÃO para esses pedidos sem pé nem cabeça ? Isso não é caso da Justiça resolver….qual o problema nisso ? Se não há crime a Justiça não tem que se envolver. Vou me abster de falar um palavrão.

  4. Vamos por partes: 1- 24 é o número do veado no jogo do bicho; 2- Os viados do grupo Arco Íris estão com falta do que fazer; 3- O Richarlison ( ex jogador do SP) usaria o número se estivesse na seleção?; 4-Pergunte-se aos jogadores qual deles gostaria de usar a camisa 24; 5- O juiz Ricardo Cyfer deve gostar de atracar de pôpa.

  5. Que eu saiba, são 22 jogadores, logo o número 24 não foi pulado. Alguns jogadores escolhem números diferentes por preferência, se nenhum prefere o 24, bem como poderiam também não preferir o 13, o 51, o 171, agora é motivo a dar explicações? Quem cria o preconceito são os próprios gays quando têm um atitude ridícula dessa enchendo a justiça que por sua vez se dá o trabalho de levar adiantei tendo tantos processos em atraso.

    Ganhei um processo em todas as instâncias que está a pelo menos 5 anos esperando o juiz despachar

  6. Galera, é simples. Tem clube de futebol que não usa mais um determinado nº de camisa em homenagem a um grande jogador que já pendurou as chuteiras. A seleção deve estar homenageando um grande árbitro carioca do passado, fanático torcedor da equipe canarinho.

  7. até quando minorias vão querer se impor sobre a maioria e cobrar algum tipo de respeito dessa forma?? sejmviados, sejam lesbicas, sejam idiotas, sejam o caralho que for, fiquem na sua e deixem os humanos normais (ou anormais porem maioria) em paz. Que boxta de sociedade doente… eu hein!! falta do que fazer….

  8. Meu Deus. Como a comunidade LGBTXQVWXYZ+ viveu até hoje sem essa obrigação de os jogadores usarem a camisa 24? Agora o mundo vai melhorar, com certeza.

  9. O jogador tem a liberdade de escolher qual o número a usar. Ou agora a “comunidade” tem que impor as suas vontades mimizenteas?

  10. Um monte de casos encalhados realmente relevantes esperando a anos por solução e a justiça perdendo tempo com assuntos toscos que não vão levar a lugar nenhum…pelo amor….por isso não perdemos o rótulo de pais de terceiro mundo

  11. Muito bem, a “Associação” LGTBQIA+++++++++ quer aparecer e entra na justiça.
    Agora, o juiz acatar e levar a sério, deve ser porque ele deve fazer parte desses ++++.
    Só rindo de atitudes patéticas como esta.
    Onde está a OAB que nem opina nessas palhaçadas?

  12. Porque o juiz está preocupado com isso? E se existir a camisa 24 e ninguém quiser usa-la, esse juiz tonto vai sortear alguém? O Brasil com tantos crimes e tem idiotas perdendo tempo com asneiras.

  13. É muita falta do que fazer dessa “comunidade” e do juizeco da 24 vara.
    Como ter numero 24 se só 22 jogadores são convocados? Eles querem que do 21 pule pro 24. Pior que não se pode nem dizer que isso é viadagem pra não ser chamado de homofóbico. Então não falo nada.

  14. Vai caçar um terreno pra capinar uma lavagem de roupa, esse pessoal não se dão ao respeito em público se já não é legal um homem e uma mulher se pegando em público quanto mais dois homens ou duas mulheres ridículo falta de respeito

  15. Vou criar a Associação dos Sortudos/Azarado e mover uma ação quando, alguém não usar o número 13 por medo de azar, filmes de terror que usam o número, chaveiros enfim
    TUDO QUE TIVER O 13 COM CONOTAÇÃO DE AZAR OU SORTE.
    Direitos iguais

  16. Eu sabia que na justiça tinha uns FDP e agora descobrimos que além de viados temos um bando de desocupados, tem de acabar essa de estabilidade no emprego, botar essas merdas na rua…

  17. ESSE É UM JUDICÁRIO COM CHEIRO DE ENXOFRE E UM ÓRGÃO QUE SE DIZ “PÚBLICO” MAS É O AVESSO DOS ANTIGOS E ÚTEIS DOPS E DOI-CODI.

    E NESSE PAÍS, AINDA CRISTÃO, ONDE O CATOLICISMO ESTÁ FIXADO EM TODO O TERRITÓRIO NACIONAL, TIVEMOS O PRIMEIRO MÊS DE JUNHO ONDE SEUS SANTOS MAIS COMEMORADOS FORAM SUBSTITUÍDOS POR IMAGENS DE ABERRAÇÕES PROPAGADAS POR MARCAS E EMPRESAS DE MAU-CARÁTER.

  18. Vamos lá. Quantos jogadores são convocados para as competições internacionais???
    Quem acompanha o mínimo de futebol, sabe.
    23 jogadores. Vinte e três!!!
    Então, pra quê essa palhaçada de justiça, tribunal por causa do número 24???
    Vamos pular algum número pra adicionar o 24 nas competições???
    Em basquete e vôlei, tranquilo. A numeração é ilimitada. Até nos clubes também.
    Mas Seleções nunca vão ver esse número em competições FIFA. Simplesmente porque são APENAS 23 JOGADORES por Seleção. Fim de polêmica.

  19. Eu apoio quem quiser ser LGBTQ+ só acho que só porque uns times colocaram o número 24 na camisa que a seleção seja obrigada a fazer e me admira muito um judiciário cobrar posicionamento a @CBF será que estão com tempo pra cobrar da CBF ouço falar que há pilhas de processos extremamente importantes e não acho importante fazer esse tipo de cobrança há pessoas presas a anos sem julgamento por falta de tempo um trabalhador é mandado buscar seus direitos na justiça e leva as vezes dez anos ou mais para ganhar porque não se ocupam em mudar isso as empresas recorrem várias vezes e o empregado fica com a carteira presa e acaba fazendo acordo o que favorece os empresários nas empresas de transporte coletivo é o que mais acontece, reafirmo dou meu apoio a comunidade mais nesse caso discordo está usando o judiciário para uma coisa banal. !

  20. A resposta pode ser em duas vertentes:
    A) Numero que da azar. Para jogador.
    B) 24 numero usado para o quinto goleiro.
    Em termo popular 24 não e viado e sim grupo 24 jg do bixo 93,94,95,96 .
    Ou declara que a opção e livre
    Fica dica.

  21. Mas não é possível !! Quanta coisa importante a justiça Brasileira tem pra resolver e não resolve e agora fica preocupada com essas babaquices !!! Puta que pariu ! Até quando vamos ter que tolerar esse troço !

  22. E o juiz defere uma imbecilidade dessas em liminar, como se fosse a coisa mais urgente do mundo! Aposto que deve ter um monte de processos em atraso na 10ª vara (!!!) cível.

  23. Acho que tal comunidade, deve respeitar os demais usar o que quiser ,e não impor, a seleção e os demais clubes, nunca usaram números em acima do 11,a não ser reservas mas aí impor já falta de respeito,e se eles querem tratar as pessoas ou instituições desta forma é melhor eles reverem ,pra não se co.plicarem no futuro.

  24. Vou comprar amanhã minha camisa do Mengão com o número 24 cravado nas costas, em letras estilizadas em lindas cores do arco-íris. Aproveito já compro uma mini-saia, escarpam, uma bolsinha. Às favas com minha opção sexy

    1. Vou comprar amanhã minha camisa do Mengão com o número 24 cravado nas costas, em letras estilizadas em lindas cores do arco-íris. Aproveito já compro uma mini-saia, escarpam, uma bolsinha. Às favas com minha opção sexual, pois não posso ser preso. Tenho filhos pra alimentar.

  25. Era só o que faltava. A justiça se preocupar com um contexto podre desse. Tantos assuntos importantes para resolver dentro da sociedade. Sinceramente obrigar os jogadores vestir uma camisa com um número imposto por uma associação de gays. É cada uma nesse Brasil. E a justiça ainda dar ouvido a um contexto tão ridículo e sem valor nenhum.

  26. Um servidor da Justiça que da atenção a essas idiotices boiolescas é tão idiota quanto os imbecis dessas sopas de letras mais imbecis ainda!

  27. Eu dizia ha dez anos e esta cada vez mais proximo…ser “VIADO” vai se tornar obrigação , sob pena de reclusão…coitados dos veadinhos…

  28. Essas minorias (será?) retacas cada vez mais distancia-se da sociedade, haja vista suas posturas arrogantes e ressentidas. Por que eles não vão viver numa ilha, entredevorando-se em suas idéias esconsas? CBF deveria acabar (como sugeriu Augusto Nunes) com essa “zona”, estabelecendo a numeração das camisas dos titulares do 1 ao 11, e dos reservas do 12 ao 22. Deu.

  29. Com tantas situações lamentáveis e tristes acontecendo neste País exigir explicação para algo assim é como querer impor a todos o fato de aceitar e concordar com tudo o que acontece.
    Pro fim não falta muito mesmo!!!

  30. Por que essa caterva quer que os aceitemos de qualquer maneira? Quando não havia tolerância reclamavam. Com razão. Agora que os toleramos querem aplausos todo dia! Vão procurar algo útil para a sociedade. O nº 24 não dá de comer para ninguém .

  31. Engraçado, como o mundo ficou sem graça, MP, justiça(Juízes) e asseclas sem o que fazer, perdendo tempo com tanta besteira. Obrigar as pessoas a fazerem o que não quer só para aparecerem? Não tenho nada contra lgbts wxsddsrfd+++, mas esses que citei primeiro, com tanto processo e crimes para julgar? Estão tudo de brincadeira. É simples par a cbf e qualquer um, criem a camisa e deixem as mesmas em cima da mesa guardada, ou será que algum desses sem o que fazer, vão ter o displante de obrigar um ser humano (desportista) a usar a camisa que ele não quer? Ou também, mudem a regra e coloque alguém a mais em campo só pra usar a número 24.

  32. Este nosso sistema Judiciário é cômico para não dizer patético. Certa vez o Cruzeiro contratou o jogador Carlinhos Bala, e deu a ele a camisa 38, vcs não imaginam o no te de ações e ameaças que o time sofreu em Minas por parte destas organizações que não tem nada para fazer e querem na verdade politizar em cima de tudo. Vão trabalhar e deixar de viver às custas da situação e opção religiosa, sexual e outras das pessoas, vivemos em um país livre e democrático, cada um no seu quadrado e sem atrapalhar o outro.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site