Leite nega pedido para adiar prévias: ‘Tentam criar factoide’

Governador do Rio Grande do Sul acusa João Doria e Arthur Virgílio de se unirem na reta final da campanha pela indicação tucana
-Publicidade-
Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, afirmou que apoia prévias do PSDB no dia 21
Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, afirmou que apoia prévias do PSDB no dia 21 | Foto: Reprodução/YouTube

Um dos candidatos que disputam a indicação do PSDB para a corrida presidencial de 2022, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, negou nesta terça-feira, 16, que seus aliados tenham solicitado o adiamento das prévias do partido, cujo primeiro turno está marcado para domingo 21.

Em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan, Leite classificou essa informação como um “factoide”. “Tentam criar um factoide, algum tipo de fato que desestabilize o que se apresenta: uma vantagem que temos nas prévias para vencer a disputa”, afirmou o governador gaúcho. 

“Não é verdade. Houve uma reunião ontem com representantes das candidaturas em que se abriu um debate a respeito de algumas falhas que ainda se observam a respeito do aplicativo usado para a votação”, explicou Leite. 

-Publicidade-

“O que foi falado é que é melhor garantir a votação pelo aplicativo, mesmo que fosse necessário um adiamento, do que fazer uma votação no dia 21, com um número menor de participantes”, prosseguiu o governador do Rio Grande do Sul. “Foi uma reunião que não teve nenhum encaminhamento feito. Qualquer tentativa de colocar que houve pedido de adiamento é uma tentativa de criar um factoide. De nossa parte, as prévias acontecem no dia 21 com todos os filiados votando pelo aplicativo.”

Na entrevista, Leite ainda disse que é “normal” o fato de os dois outros candidatos — o governador de São Paulo, João Doria, e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio — terem divulgado uma nota conjunta denunciando o suposto pedido de adiamento das prévias.

“Não é inédito que candidaturas se unam contra aquele que lidera. A gente vê isso acontecer em diversas eleições nacionais, estaduais… Quando se começa a despontar na liderança, outras candidaturas se unem. Faz parte do processo político”, minimizou. “Estamos na liderança. Não cabe fazer estimativa de porcentual, mas estamos confiantes em uma vitória no primeiro turno das prévias do próximo dia 21.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.