-Publicidade-

Lira e Pacheco assinam documento de pautas prioritárias

Novos comandantes do Congresso Nacional defendem as reformas administrativa e tributária, além da vacinação contra a covid-19
Sessão que formalizou a assinatura da carta de compromisso
Sessão que formalizou a assinatura da carta de compromisso | Foto: Afonso Marangoni/Revista Oeste

Os novos comandantes do Congresso Nacional, Arthur Lira (Câmara dos Deputados) e Rodrigo Pacheco (Senado), assinaram nesta quarta-feira, 3, um documento em que indicam as pautas prioritárias das duas Casas: as reformas administrativa e tributária e a vacinação contra a covid-19. A agenda é de interesse do Poder Executivo, que apoiou a candidatura dos parlamentares. Depois do ato, a dupla dirigiu-se ao Palácio do Planalto, onde se encontrou com o presidente da República, de modo a apresentar a carta. À tarde, o Parlamento realiza uma sessão solene de abertura do ano legislativo, com a presença de Bolsonaro.

Leia também: “O novo Congresso”, reportagem publicada em edição extra da Revista Oeste

“Prometemos assegurar que todos os recursos para aquisição de vacinas estejam disponíveis para o Executivo e que não faltem meios para que toda a população possa ser vacinada no prazo mais rápido possível; e que a peça orçamentária a ser votada garanta que cada brasileiro terá a certeza de que o dinheiro do seu imposto estará disponível para sua vacina”, informa trecho do documento assinado por Lira e Pacheco. “Trabalharemos pela superação da pandemia, incluindo, sobretudo, a análise das possibilidades fiscais para, respeitando o teto de gastos, avaliar alternativas de oferecer a segurança financeira”, acrescentam, na carta.

Colaborou Cristyan Costa

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Embora ainda seja cedo para comemorar, não podemos ignorar que começamos bem. Que Deus permita que continue assim por tempo suficiente.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês