-Publicidade-

Maia dispara contra Moro: ‘Extrema direita’

Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública se encontrou com o apresentador Luciano Huck
Foto: Fotomontagem/Divulgação
Foto: Fotomontagem/Divulgação | Foto: Fotomontagem/Divulgação

Ex-ministro da Justiça e Segurança Pública se encontrou com o apresentador Luciano Huck

maia
O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), também negocia com Moro
Foto: Fotomontagem/Divulgação

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), descartou qualquer chance de apoiar o ex-ministro Sergio Moro para a Presidência da República em 2022.  “É zero”, enfatizou, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo. “Não posso apoiar uma chapa integrada por alguém de extrema direita”, acrescentou ele. A fala de Maia veio depois de revelado um encontro entre Moro e o apresentador Luciano Huck, em Curitiba, no dia 30 de outubro — ambos articulam-se para concorrer ao Palácio do Planalto. “Moro já defendeu ideias e divide a parte do eleitorado de extrema direita com Bolsonaro. Por isso ele cai nas pesquisas quando disputa com o presidente”, concluiu Maia. Ventila-se nos bastidores a possibilidade de o DEM apoiar o que chamam de “candidatura de centro”. O governador João Doria (PSDB-SP) também negocia com Moro.

Leia também: “DEM prefere Huck a Doria no Planalto, afirma Maia”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês