Manifesto de 320 advogados ressalta críticas à atuação do STF

Grupo que se manifestou desfavorável a parecer do presidente da OAB fala em 'perseguições políticas' contra cidadãos inocentes
-Publicidade-
Grupo também se posicionou contra o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz
Grupo também se posicionou contra o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Na quarta-feira 25, um grupo de 320 advogados de vários Estados assinou um manifesto com críticas às ações do Supremo Tribunal Federal (STF), sobretudo à postura do ministro Alexandre de Moraes. O juiz do STF comanda inquéritos inconstitucionais na Corte. Os autores do documento ressaltaram que a sociedade brasileira “não suporta mais assistir às perseguições político-ideológicas e judiciais promovidas contra cidadãos inocentes”.

A peça cita o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ), o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, e o jornalista Oswaldo Eustáquio, detidos no âmbito da investigação de supostas fake news, conduzida por Moraes. O descontentamento dos advogados com o STF está no mesmo texto em que membros da categoria se manifestam contra o parecer unilateral de Felipe Santa Cruz, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O representante máximo da OAB havia formalizado um documento contra o pedido de impeachment de Moraes, redigido por Jair Bolsonaro — o processo de impedimento foi rejeitado pelo chefe do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), conforme noticiou a Revista Oeste. A Advocacia-Geral da Casa informou que faltou ‘justa causa’ para acolher o pedido. Ao se pronunciar, Pacheco declarou que espera que a “harmonia” entre os Poderes possa ser restabelecida.

-Publicidade-

Leia também: “A ditadura velada do Judiciário”, reportagem publicada na Edição 66 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro