Ministro da Saúde reforça busca por informações como prioridade da pasta

Em 11 ocasiões, Nelson Teich citou em discurso "informação" ou "informações". Objetivo é entender melhor a evolução do coronavírus, possíveis tratamentos e evitar a propagação do medo e ansiedade na população
-Publicidade-
Ministro da Saúde, Nelson Teich | Foto: Alan Santos/PR
Ministro da Saúde, Nelson Teich | Foto: Alan Santos/PR
Ministro da Saúde, Nelson Teich | Foto: Alan Santos/PR

O ministro da Saúde, Nelson Teich, reforçou a importância do bom uso das informações para o combate ao coronavírus. Em discurso de posse, nesta sexta-feira, 17, ele frisou que a coleta de pesquisas e estudos será uma prioridade em sua gestão.

-Publicidade-

O conhecimento obtido pelo acesso a dados poderá ajudar a pasta a traçar diretrizes e estratégias de gestão para o enfrentamento ao coronavírus. “Uma das coisas que teremos é a avaliação precoce de como vai influenciar nas pesquisas não só na área da covid, mas em todas as outras áreas para uma posição privilegiada para antecipar possíveis informações e utilizar e ter acesso a medicamentos que vão ajudar nisso”, destacou.

Por 11 vezes, Teich citou “informação” ou “informações”. Ficou nítida que serão as palavras-chave de seu trabalho à frente da pasta. “Eu tenho colocado a importância da informação. Uma das características dessa doença que a gente vive hoje, a covid-19, é a pobreza de informações da doença, sobre a evolução dela, sobre possíveis tratamentos, e isso leva a um nível de ansiedade e medo que é enorme”, disse.

O ministro destacou que começa, nesta sexta, as atividades. E colocou a coleta de dados no topo das prioridades traçadas. “Estou chegando hoje e a ideia é realmente que a gente trabalhe pontos que considero importantes como ações iniciais.Juntar informações das diferentes áreas que temos nos ministérios, aumentar a quantidade de informação com mais detalhamento e poder analisar (a doença)”, sustentou.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comentários

  1. Acho que todos os brasileiros também precisam de informações confiáveis da evolução da doença no Brasil para tranquilizar e orientar com segurança e a seriedade que a situação exige.
    O ministro inicia bem com coleta de informações. Como toda doença nova a informação é importante para ajudar qual destino seguir.
    Como bem destacou o Dr. Osmar Terra o Brasil tem dimensão continental com a evolução da doença totalmente diferente em cada região.
    Boa sorte ministro.

  2. QUALQUER PANDEMIA DEVE TER SEMPRE TRÊS LADOS, NÚMEROS: CONTÁGIO, MORTES E RECUPERADOS. AQUI NO BRASIL, ATÉ A POUCO TEMPO, SÓ TINHA DOIS: CONTÁGIO E MORTES. ESTÁ AÍ MINISTRO NELSON, UM NORTE.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site