Ministro do TSE libera para julgamento ações que pedem cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

Ações foram apresentadas pela coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PCdoB/Pros), derrotada em segundo turno
-Publicidade-
Fachada do TSE em Brasília | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Fachada do TSE em Brasília | Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Nesta sexta-feira, 15, o corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Luis Felipe Salomão, liberou para julgamento duas ações que pedem a cassação da chapa Bolsonaro-Mourão pelo suposto impulsionamento ilegal de mensagens nas eleições de 2018.

Ontem, o vice-procurador-geral Eleitoral, Paulo Gonet Branco, afirmou que os elementos reunidos não mostram que tenha havido “desequilíbrio” nas eleições a ponto de justificar a cassação da chapa. As ações foram apresentadas pela coligação O Povo Feliz de Novo (PT/PCdoB/Pros), derrotada em segundo turno.

Leia mais: “Relatório da CPI da Covid é ‘peça política para agradar ao PT’, afirma Flávio Bolsonaro”

-Publicidade-

Salomão encaminhou os relatórios ao Ministério Público Eleitoral, para manifestação em 48 horas, em um procedimento formal. Agora, caberá ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, marcar a data do julgamento, o que pode ocorrer ainda neste mês.

Além de dizer que os elementos reunidos não justificam a cassação da chapa, o vice-procurador-geral Eleitoral informou ter descartado provas reunidas pelo Supremo Tribunal Federal no inquérito das fake news e na investigação sobre atos antidemocrático porque não têm conexão com o caso.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

9 comentários Ver comentários

  1. Esse cabide de emprego e com sede faraônica não serve para nada, lixo total,! Só dá despesa, além de não apitar em nada! Ainda por cima, reduto de 7 merdas!

  2. Esse é o País da lacracao mesmo.Levaram uma lavada de votos e agora,passados 3 anos ainda sonham em tapetão.Tentem cassar a chapa para ver o que acontecerá.Tomem vergonha na cara e deixem o governo trabalhar sem encheção de saco!

  3. Não só aqui mas em todo mundo, essa é uma grande oportunidade para desafiar o populacho covarde. Se o Barroso chegar a essa conclusão, recomendo que leve adiante essa empreitada que terá um sucesso tranquilo e sem maiores reações. Dou um pequeno exemplo que todo mundo já sabe: Estão reduzindo o prazo de vacinação de 12 semanas para apenas 8 semanas e podem acreditar que isso se dá mais por pressão da população do que qualquer medida de caráter técnico. A população está pressionando por medo de morrer estão procurando qualquer tábua de salvação que se apresentar em sua frente. Sei que esse exemplo nada tem a ver com cassação da chapa do Bozzo é apenas demonstrar como essa população é tão covarde.

  4. Coligação O POVO FELIZ DE NOVO é exuberante, com certeza representa no mínimo 200 milhões de pessoas. E segue o jogo até as eleições em 2022 e n tenhamos dúvida de que essa linda coligação vai arrebentar e eleger milhares de representantes não é mesmo ? O Salomão se liga ai, essa narrativa já esta ultrapassada, agora é outra, conversa ai com o 2 cara mais honesto do país, aquele da CPI do CIRCO.

  5. Que incapacidade é essa, demorar 3 anos para descobrir o que o PGR descobriu em, poucos dias. Essa turminha do TSE faz muito charminho para inquietar Bolsonaro.

  6. Ouse, Barroso boquinha de veludo, derrubar esse governo na mão grande, como voce e sua corja pretendem, e sintam a reação desse país.

  7. Palhaçada !!! Tudo isso pago com dinheiro público !!!!!! E o povo na merda !!! Estes caras sabem que o povo é manso , dos mais covardes do planeta, por isso deitam e rolam e não acontece nada !!!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.