-Publicidade-

‘Ninguém tem que correr para atender a Globo’, diz presidente

Afirmação de Bolsonaro tem a ver com horário de divulgação de dados sobre a covid-19 no Brasil
Presidente Jair Bolsonaro: críticas à TV Globo | Foto: WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL
Presidente Jair Bolsonaro: críticas à TV Globo | Foto: WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL | bolsonaro - globo - covid-19 - coronavírus - bonner - jornal nacional

Afirmação de Bolsonaro tem a ver com horário de divulgação de dados sobre a covid-19 no Brasil

bolsonaro - globo - covid-19 - coronavírus - bonner - jornal nacional
Presidente Jair Bolsonaro: críticas à TV Globo | Foto: WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL

Com a mudança do horário de divulgação do relatório diário sobre a situação do país diante da pandemia da covid-19, o presidente da República, Jair Bolsonaro, avisou que o governo não deve trabalhar visando a agradar um único veículo de comunicação. A declaração dele, realizada na noite desta sexta-feira, 5, teve um alvo: a Rede Globo de Televisão.

Leia mais: “Brasil pode deixar a OMS”

“Ninguém tem que correr para atender a Globo”, disse Bolsonaro ao ser questionado por jornalistas. A afirmação do presidente tem relação com o novo horário adotado pelo Ministério da Saúde para expor os dados atualizados de cada dia a respeito da situação do novo coronavírus no país. Do começo dos trabalhos até o início desta semana, a ação era realizada por volta das 19 horas. Desde a última quarta-feira, 3 de junho, o anúncio passou para as 22 horas.

O novo horário faz com que o Jornal Nacional, da TV Globo, não consiga mais divulgar os dados do dia. No ar há 50 anos, o produto jornalístico da emissora carioca vinha destacando minutos de cada edição para mostrar o avanço do novo coronavírus no Brasil.

Dados consolidados

Após perguntar aos jornalistas presentes ao Palácio da Alvorada nesta noite se a “matéria do Jornal Nacional” havia sido encerrada, o presidente da República garantiu que a mudança de horário do balanço da covid-19 ocorre baseada em decisão técnica. Ele falou, por exemplo, da metodologia aplicada pelo Ministério da Saúde.

“É para pegar os resultados mais consolidados e tem que divulgar os mortos do dia. Ontem, os mortos eram de dias anteriores. Se quiser, faz um consolidado para trás, mas tem que mostrar os mortos do dia”, disse Bolsonaro, de acordo com a Agência Brasil.

O presidente demonstrou não estar sozinho nessa argumentação. Posteriormente à declaração no Palácio da Alvorada, o Ministério da Saúde divulgou nota a esse respeito. Entre outros pontos, avisa que, eventualmente, precisa checar alguns dados enviados pelas secretarias estaduais.

“Ajustar a divulgação dos dados”

“Desta forma, o Ministério da Saúde tem buscado ajustar a divulgação dos dados, que são publicados diariamente na plataforma covid.saude.gov.br”, pontuou a pasta. O órgão indica, assim, que os números continuam a ser atualizados e divulgados publicamente na internet.

Globo se posiciona

Mencionada por Bolsonaro na conversa com jornalistas, a TV Globo divulgou nota. Embora não tenha criticado diretamente o presidente, a emissora afirmou que o público compreenderá se o governo está agindo certo ao mudar o horário de divulgação dos dados relacionados à covid-19. Consequentemente, o canal defendeu o tipo de conteúdo que busca exibir na televisão. A saber, o posicionamento foi publicado no site G1 e lido por William Bonner durante a edição do Jornal Nacional.

O nome do âncora, aliás, chegou a figurar na lista de termos mais comentados no Twitter nesta noite. Após o novo balanço ser divulgado, Bonner entrou ao vivo, por meio do Plantão Globo. Durante pouco mais de um minuto, ele destacou os novos números da pandemia no Brasil. “Dissemos que vocês [telespectadores da TV Globo] teriam esses números assim que fossem anunciados e estamos aqui cumprindo o que nós dissemos”, afirmou o apresentador — e editor-chefe — do Jornal Nacional.

A nota da TV Globo

O público saberá julgar se o governo agia certo antes ou se age certo agora. Saberá se age por motivação técnica, como alega, ou se age movido por propósitos que não pode confessar mais claramente. Os espectadores da Globo podem ter certeza de uma coisa: serão informados sobre os números tão logo sejam anunciados porque o jornalismo da Globo corre sempre para atender o seu público.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês