O Brasil de hoje e a falta de vergonha na cara

Em que momento os prontuários ambulantes perderam isso?
-Publicidade-
Foto: DIVULGAÇÃO
Foto: DIVULGAÇÃO | Foto: DIVULGAÇÃO

Em que momento os prontuários ambulantes perderam isso?

o brasil
Foto: DIVULGAÇÃO
-Publicidade-

“O problema do político é a mulher do político”, afirmou certa vez Ulysses Guimarães ao jornalista de Oeste Augusto Nunes. “O sujeito entra em casa no escuro, tira o sapato sem fazer qualquer ruído mas não adianta”, observou, ao mencionar que esposa de político tem uma memória tremenda. Guarda tudo o que ouve sobre todos, do vereador de distrito ao presidente da República.

Mas, como a linhagem a que Ulysses pertenceu, são coisa do século passado mulheres aferradas a valores éticos ou morais, decididas a impedir que a vida política não deformasse o caráter do homem com quem se haviam casado. “Em que momento terão os incontáveis prontuários ambulantes que infestam o Brasil perdido a vergonha de vez?”, indaga o colunista.

Quer saber a resposta para a interpelação? Leia o artigo de Augusto Nunes publicado na edição n° 18 de Oeste

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.