‘O cara não lê a nota e reclama’, diz Bolsonaro em resposta a críticas

Presidente afirmou a apoiadores que 'alguns querem imediatismo'
-Publicidade-
Jair Bolsonaro respondeu às críticas de apoiadores após a divulgação de carta à nação brasileira
Jair Bolsonaro respondeu às críticas de apoiadores após a divulgação de carta à nação brasileira | Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil

Em conversa com apoiadores ao deixar o Palácio da Alvorada na manhã desta sexta-feira, 10, o presidente Jair Bolsonaro se defendeu das críticas que tem recebido de parte de seus apoiadores nas redes sociais depois de divulgar a “Declaração à Nação”, ontem, em que afirmou não ter tido “nenhuma intenção” de agredir os demais Poderes.

“Cada um fala o que quiser. O cara não lê a nota e reclama. Leia a nota. Duas ou três vezes, é bem curtinha. São 10 pequenos itens, entenda. A gente vai acertando. O acúmulo de lixo, de problemas, é de 30, 40 anos. Está ganhando, está ganhando”, afirmou o presidente.

Leia mais: “Harmonia entre Poderes ‘tem de ser a regra’, diz Fiesp em manifesto”

-Publicidade-

Segundo Bolsonaro, diante da complexidade que é governar o país, não é possível ser “imediatista”.

“Se o dólar dispara, influencia o combustível. Foi excepcional o trabalho de vocês nas manifestações do dia 7. O retrato está no mundo todo e aqui também, em Brasília. Alguns querem imediatismo. Se você namorar e casar em uma semana, vai dar errado o seu casamento”, disse.

Leia também: “‘Nunca tive intenção de agredir Poderes’, afirma Bolsonaro”

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

33 comentários

  1. Não se ganha uma guerra tão dura, desigual e imoral como a que estamos travando, agindo somente como o calor das emoções.
    Mesmo sendo, humilhado, xingado dia e noite, será preciso estratégia, sangue frio.
    Ele continua tendo o meu apoio, confio nas mudanças que virão.

    1. Exatamente. Expressou-se por todos nós que conscientemente estamos combatendo esse mecanismo sórdido, que ao ser derrotado nas urnas, improbamente abriu as portas da Nação para quadrilheiros internacionais.
      Estamos vigilantes e confiantes ainda mais na retomada definitiva da República, dos nossos valores preciosos e inegociaveis de LIBERDADE, PÁTRIA E FAMÍLIA.
      Já sabemos que os congressistas em quase totalidade são fisiológicos e impatrioticos, e que juntamente com o STF não mais nos representam.
      E certeza de que a pouco mais de um ano, acaba a globolixo, está que separa os cidadãos disseminando ódio, fakenews e tudo o mais que não nos interessa.

    2. Concordo, e entendo que Bolsonaro jamais conseguiria este acordo não fossem as vitoriosas, exemplares e pacíficas manifestações. Importante destacar o mérito de Michel Temer que apesar de passado estranho, é o único ex presidente que faz criticas construtivas ao governo Bolsonaro e revela-se grande patriota.
      FHC com toda sua diplomacia hipócrita, revelou-se caduco mesmo após ter escrito os “diários da presidência”, esquecendo o que escreveu e envolvendo-se com todos que outrora condenou para derrubar um governo sério e conservador, como entendia fosse meu ex partido PSDB.

  2. É praticamente impossível, para as pessoas de bom senso e de boa-fé, não entenderem o que se passa, os avanços que estamos conseguindo inclusive por expor as personalidades autoritárias, limitadas e ideologicamente doutrinadas ao marxismo, que se encontram aparelhando o Estado Brasileiro.
    O pano subiu e as máscaras caíram, o Presidente é o melhor termômetro para ir adequando o tratamento à cura!

  3. Eu continuo apoiando nosso Presidente Bolsonaro, em meio a tantas criticas diárias dos opositores, agora ainda tem que enfrentar criticas dos apoiadores? Gente reflitam um pouco, ele não passou a mão sobre as decisões inconstitucionais do Xande, como ele mesmo falou leiam várias vezes a nota explicativa. Não vamos ser analfabetos funcionais.

  4. Confesso ter ficado frustrado e aliviado ao mesmo tempo, devido os reflexos na economia. Mas, muito preocupado em negociarmos com esse tipo de gente, colocados lá por bandidos para servi-los, como têm feito, soltando Dirceu e o luladrão. Se vermos os seus currículos entendemos o que são. Não temos um senado, o seu “presidente”, que permite uma cpi horrível, tocada pelos maiores bandidos do senado, que parabeniza o PCC pelos 100 anos do comunismo na ching e milhões de assassinados, que lava as mãos cada vez que deveria tomar atitude, engaveta pedidos de impeachment de ministros, aprovou a vinda daquela infame, desocupada Greta à Toa, não aprovou medidas de empregabilidade, e, quer ser candidato, pensando nos milhões de Brumadinho. Mas, nosso presidente é estrategista e estadista nato, e muito me admira sua força e coragem, em lutar por nós. Não fosse ele, estávamos a caminho do inferno, sob controle total dos satanistas. Deus nos abençoe e proteja o nosso Presidente.

    1. O sistema antes de tudo é podre e desleal, vamos devagar para criar raízes. Continuo acreditando e apoiando o Presidente, dinheiro dos impostos está sendo bem direcionado sua equipe é brilhante. Que Deus abençoe a nossa Nação.

  5. Eu me incluo entre os descontentes com o desfecho, mas dou um voto de confiança ao Presidente.

    Alguma coisa é sempre melhor que nada, e ainda é cedo para avaliar os resultados do acordo. Mas pode ter certeza de que a luta pelo respeito ao Estado Democrático de Direito e por eleições limpas e transparentes, não admite qualquer concessão.

  6. Fez o certo, presidente Bolsonaro, em divulgar a tal carta de recuo, continuar com arrobos e arrogância, só ia piorar a situação. E era isso, que parte da grande mídia e os esquerdopatas queriam. Vamos pra frente. Na realidade, o senhor pensou no povo brasileiro e fez bem!
    Deixe os abutres, urubus e hienas, falando e distribuindo seu ódio do terror.

  7. Quanto às notas todos que leram entenderam. A única coisa que não entendi e que muitos que não são seguidores fanáticos como muitos existentes neste espaço é por que então se armou todo aquele circo no dia 07/09 e agora sabemos que esse “acordão” já estava todo já feito dias antes e que só faltava bater o martelo! Para mim, isso foi uma tremenda de uma traição com todos que acreditaram nessa pantomima. Ainda bem que não participei desse circo.

    1. Não adianta seu objetivo não vai acontecer!
      1) Você demonstra total ignorância no que escreve.
      2) Todos já perceberam que você é COMUNISTA e lambe o pé do 9dedos (ladrão e assassino).
      Melhor que vc pode fazer é ir para Venezuela e lamber os pés do maduro.

      1. E eu te recomendo uma trosoba de 25 cm. Tenho certeza que irá se apaixonar.

  8. Concordo com todos os comentários. Só não podemos desistir, se votamos no Bolsonaro é porque confiamos nele, e esta confiança temos que passar pra ele.

  9. O cara não lê a manifestação onde milhões de pessoas saíram as ruas para dar apoio a pautas conservadoras e de liberdade e não entende e ainda reclama de quem foi a manifestação? Por favor! Vácuo na política normalmente é ocupado quando o ocupante não dá conta. Não adianta só xingar o Barroso, o Doria ou o Maia de bicha que não cola mais. Tem um tempo para reflexão senão até o Zé Trovão toma o lugar.

  10. Agora que já deixei claro meu apoio ao Presidente, vou expor uma análise que penso ser realista.

    Não era isso que a massa de apoiadores esperava. Bolsonaro saiu de Brasília e foi a São Paulo, onde haveria a maior concentração de apoio. Certamente, a caminho foi informado da grandeza inédita do movimento. Teve tempo de avaliar a força que tinha. Avaliou e fez um pronunciamento forte, criando grande expectativa. Declarou que convocaria o Conselho da República, induzindo a pensar que adotaria um Estado de Exceção ou que faria uma Intervenção (previstos na Constituição), e que cumpriria a mera formalidade de ouvir o Conselho. No dia seguinte, mostrou inconsistência ao adiar a reunião do Conselho por uma razão burocrática formal – a publicação da convocação em Diário Oficial. Ganhou tempo para medir as repercussões do dia anterior e refletir. Os alvos não se mostraram intimidados, e até o desafiaram. Seguiram-se articulações de bastidores e o padrinho do Moraes entrou em campo para negociar. Houve acordo (jamais saberemos seus termos). Era a solução mais confortável para ambas as partes, mas faltou combinar com a massa popular, que já tinha uma outra expectativa. Decepção, obviamente. Não importa o que diz a nota do Presidente, pois não refletiu o que fora combinado com o povão. Mesmo que se leia a nota mil vezes, não se encontrará lá aquilo que foi pactuado com a nação que foi às ruas de verde e amarelo. Acho que faltou uma antecipação para preparar os espíritos. Foi água fria sem aviso prévio. Gritaria, desabafos, tristeza, fúria, compreensão e renovação do voto de confiança. Viu-se de tudo um pouco, nas redes sociais e na mídia que apoia o Presidente. A oposição se dividiu em três grupos. Um aprovando com entusiasmo a mudança de tom (Opa! Luz de Alerta Acesa!), outro amplificando a suposta fraqueza, e outro fingindo ser apoiador desembarcando, para tentar estimular um movimento de manada. O fato é que Bolsonaro desceu do palanque. Se tomou a atitude certa ou não, só o futuro dirá. Do outro lado, Moraes mandou prender novamente o jornalista Eustáquio, aquele que já havia sido preso ilegalmente, tendo sido gravemente lesionado na coluna quando esteve preso. Por enquanto, foi só o que conseguimos: mais um preso político. Então, a luta continua. Mas agora sabemos que ela depende mais de nós.

  11. Sobre a nota do Presidente.
    Quando eu conseguir colocar ao menos cem pessoas nas ruas vou me dar o direito de duvidar das intenções de Jair Bolsonaro.
    Até lá, a prudência e a cautela me recomendam respeitar e refletir com vagar sobre as decisões de quem, embora cercado de poderosos inimigos que têm a ajuda da também inimiga velha impren$a de todos os lados há 32 meses, consegue lotar, com brasileiros entusiasmados, a Paulista, a Esplanada, Copacanana e várias cidades do Sul, Sudeste, Nordeste e Norte do Brasil.
    Bom fim de semana a todos.

  12. Nesse Brasil de inimigos políticos, se o Presidente Bolsonaro conseguir terminar o seu mandato e eleger nas próximas eleições um Presidente Conservador e liberal sua missão está cumprida. Um Estado aparelhado pela ultraesquerda por mais de 30 anos não se desmancha da noite pro dia. #BOLSONARO2022.

  13. O cara é tigrao com apoiadores e chuchuca(sic) com o senado e STF. Típico dd quem esta meio perdidinho. Ainda acredito que as coisas vão se inverter, mas por causa do povo trabalhador.

  14. Espero que o Presidente tenha uma estratégia bem definida, o que aliás, já deveria ter, pois está sofrendo pressões do stf e do congresso de forma absurda. No meu entendimento ele não poderia ter dito o que disse em 07/09 sem ter uma solução final para a crise. Ninguém espera que tudo seja resolvido imediatamente, mas também não há como esperar muito tempo.
    No que continha a Nota emitida ontem é dito: Democracia é isso: “Executivo, Legislativo e Judiciário trabalhando juntos em favor do povo e todos respeitando a Constituição”. Sinceramente, acho que estou em outro país, pois não vejo nenhum equilíbrio nos três poderes e todos trabalhando para o bem da nação.
    Tenho apoiado o Bolsonaro há tempo e espero que realmente ele tenha uma saída honrosa, caso contrário, a sua vida de política encerrará de forma lastimosa.

  15. Sigo apoiando o presidente. Agiu com frieza de estrategista e se posicionou como estadista. Pensou no país antes de “fazer justiça com as próprias mãos”.
    Ele deixou a batata assando no colo do STF e do Senado, que, se não atenderem as pautas que o povo quer, serão eles, e não o Bolsonar (como a IMPRENSA grita diariamente), os responsáveis por grave crise. A imprensa e a oposição ficaram atordoados sem ter como culpar o presidente de golpista. Ponto para Bolsonaro.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro