Operação Spoofing: plenário do STF vai analisar pedido de Lula

Defesa do ex-presidente quer acesso a mensagens
-Publicidade-
O ex-presidente Lula: mais um embate contra Moro na Justiça | Foto: Reprodução/Instagram
O ex-presidente Lula: mais um embate contra Moro na Justiça | Foto: Reprodução/Instagram | lula - operação spoofing - stf

Defesa do ex-presidente quer acesso a mensagens

lula - operação spoofing - stf
O ex-presidente Lula: mais um embate contra Moro na Justiça | Foto: Reprodução/Instagram

Material fruto de crime cibernético contra o ex-juiz Sergio Moro, o procurador Deltan Dallagnol e outras autoridades vinculadas à Lava Jato, o conjunto de mensagens — que deveria ser de cunho privado — pode chegar às mãos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os advogados do petista pedem acesso ao conteúdo. Diante da situação, o ministro Edson Fachin decidiu nesta segunda-feira, 9, levar o caso, incluído no âmbito da Operação Spoofing, para o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF).

-Publicidade-

Leia mais: “Projeto incentiva trabalho na prisão”

O pedido feito pela defesa de Lula faz parte do movimento que visa fazer com que o Poder Judiciário decida que Moro foi parcial ao julgar o ex-presidente da República. Com a divulgação de conversas entre autoridades da Lava Jato pelo aplicativo Telegram desde junho de 2019, quando o blog The Intercept Brasil resolveu divulgar mensagens captadas de modo criminoso, integrantes do PT reforçaram a tese de que Lula, que chegou a ser condenado em segunda instância e ficou detido em Curitiba, foi vítima da parcialidade de Moro.

Crime cibernético

A divulgação de conversas obtidas ilegalmente fez com que a Polícia Federal se movimentasse e deflagrasse a Operação Spoofing. O crime cibernético que ganhou espaço em veículos de comunicação resultou em ação por parte do Ministério Público Federal. Até o momento, sete pessoas foram denunciadas por crimes “relacionados à invasão de telefones e à obtenção de dados e conversas”, informa o STF.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

6 comentários

  1. É recurso até dizer chega, Deus me livre e Guarde, não é muita chicana jurídica para livrar um cidadão? Será que o Zé das couves teria o mesmo tratamento?

  2. PQP mas cansou cacete!!!
    Uma vergonha para o País ter um STF por conta de bandidos.
    Nunca ví um ser que fez tanto mal ao país ocupar um tempo enorme, com uma justiça que já pouco produz, é cara e de decisões no mínimo suspeitas sobre este crápula!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site