-Publicidade-

Para explicar inviolabilidade, senador quer convocar Moraes

Ministro do STF mandou prender um deputado federal por críticas feitas contra a Corte
Roberto Rocha anunciou a medida no Twitter
Roberto Rocha anunciou a medida no Twitter | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes pode ser convocado ao Senado. No entanto, apenas se os parlamentares da Casa aprovarem um requerimento feito pelo congressista Roberto Rocha (PSDB-MA). Conforme ele, o juiz do STF tem de esclarecer o “limite entre opiniões respaldadas pelo instituto de inviolabilidade parlamentar e opiniões que configuram conduta criminosa”. Moraes mandou prender um deputado.

“Embora as opiniões manifestadas pelo deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) possam ser reprováveis, a referida decisão gerou desconforto na relação entre os poderes Judiciário e Legislativo, uma vez que o instituto da inviolabilidade parlamentar (art. 53, caput, CF) estabelece expressamente que ‘os deputados e senadores são invioláveis, civil e penalmente, por quaisquer de suas opiniões, palavras e votos'”, argumentou Rocha, no documento protocolado na quinta-feira 18.

Leia também: “Prisão de Daniel Silveira é inconstitucional, afirmam juristas”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês