-Publicidade-

Derrota para Doria: PSDB renova mandato de seu atual presidente

Governador de SP agiu para tentar se tornar o comandante nacional do partido
Bruno Araújo: chefe do ninho tucano até o próximo ano
Bruno Araújo: chefe do ninho tucano até o próximo ano | Foto: Divulgação/PSDB

O desejo do governador de São Paulo, João Doria, de assumir a presidência nacional do PSDB não vai se concretizar no momento. Nesta sexta-feira, 12, a executiva nacional da legenda decidiu de forma unânime estender o mandato do atual comandante tucano, Bruno Araújo, até 2022.

Com essa decisão, a executiva tucana atendeu aos pedidos feitos por diretórios estaduais. Conforme registrado por Oeste, 26 das 27 lideranças locais da sigla assinaram manifesto em favor da manutenção de Araújo no cargo. Deputados federais e os sete senadores do partido foram pelo mesmo caminho e, assim, marcaram posição contra o interesse de Doria em assumir o controle da máquina partidária.

Líder do partido na Câmara, o deputado Rodrigo Castro, de Minas Gerais, afirmou que os tucanos estão unidos em prol de Araújo. “Essa recondução é fruto do trabalho agregador do presidente Bruno Araújo e será importante para a nossa unidade e para que o partido siga ajudando a construir um país melhor”, declarou o parlamentar, conforme divulgado pela equipe de comunicação da legenda.

Ao elogiar Araújo, Castro não fez nenhuma menção direta ao governador paulista. Postura similar à de Izalci Lucas, senador pelo Distrito Federal e líder da legenda no Senado Federal. “A decisão é uma demonstração de convergência do partido, de alinhamento, que teremos também nas votações do Congresso”, ponderou o político.

Disputa interna no PSDB

O mandato atual de Bruno Araújo, ex-deputado federal e ministro das Cidades na gestão Michel Temer, à frente do tucanato estava previsto para acabar no fim de maio deste ano. Num primeiro momento, Doria tentou antecipar o pleito interno para março, mas perdeu apoio e agora tem a certeza de que não será o presidente do PSDB em 2021.

“Gesto de convergência em reconhecimento a uma Executiva que mostrou resultados”

Secretário-geral do PSDB, o deputado federal Beto Pereira (MS) foi outro a publicamente se mostrar favorável a Araújo na briga interna do partido: “Hoje estamos fazendo um gesto de convergência em reconhecimento a uma Executiva que mostrou resultados”.

Além da manutenção de Araújo no comando, o PSDB estendeu o mandato dos presidentes nacionais de suas quatro divisões: PSDB-Mulher, Juventude, Tucanafro e Diversidade Tucana. O mesmo também vale para o Instituto Teotônio Vilela, centro de estudos atualmente liderado pelo deputado federal Pedro Cunha Lima (PB).

Leia também: “Eduardo Leite reage às manobras de João Doria”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês