Pezão é autorizado a retirar a tornozeleira eletrônica

Em junho, ex-governador do Rio de Janeiro foi condenado a 98 anos de prisão por corrupção
-Publicidade-
Ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão | Foto: Reprodução/Mídias Sociais
Ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

Monitorado desde dezembro de 2019, o ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão retirou a tornozeleira eletrônica nesta quinta-feira, 21, após autorização do juiz Marcelo Bretas.

Em junho, Pezão foi condenado a 98 anos de prisão por corrupção. Os crimes atribuídos ao ex-governador dizem respeito a operações que são desdobramentos da Operação Lava Jato no Rio. O político chegou a ser preso em novembro de 2018, mas foi solto pouco mais de um ano depois.

-Publicidade-

Bretas considerou, em sua sentença, que Pezão, ex-vice-governador de Sérgio Cabral, deu continuidade aos crimes, após assumir o governo do estado. O ex-governador responde em liberdade por ser sua primeira condenação.

Na decisão, o magistrado impôs uma série de limitações ao ex-governador, como a proibição de ocupar cargos ou funções públicas no Estado ou no município do Rio, enquanto durar o processo e o dever de comunicar eventuais viagens para fora do Estado.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.