PF abre inquérito para investigar vazamento de ataque hacker ao TSE

Invasão ao sistema do tribunal foi divulgada pelo presidente Jair Bolsonaro durante uma entrevista
-Publicidade-
Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi alvo de ataque <i>hacker</i> nas eleições de 2018
Tribunal Superior Eleitoral (TSE) foi alvo de ataque hacker nas eleições de 2018 | Foto: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo

A Polícia Federal (PF) instaurou inquérito para apurar o vazamento da investigação sobre o ataque hacker sofrido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas eleições de 2018. O assunto foi divulgado pelo presidente Jair Bolsonaro durante uma entrevista ao programa Os Pingos nos Is, da Jovem Pan, no dia 4 de agosto.

A PF também pretende investigar como o deputado federal Filipe Barros (PSC-PR), que foi o relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do voto verificável, tomou conhecimento do caso, que teoricamente corria sob sigilo.

Leia mais: “Filipe Barros pede proteção a hacker que invadiu sistema do TSE”

-Publicidade-

A apuração foi solicitada pelo TSE e sua abertura foi determinada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Segundo o magistrado, o tema está relacionado ao chamado inquérito das fake news, que tramita na Corte sob sua relatoria.

Leia também: “É proibido modernizar a urna eletrônica?”, reportagem de Cristyan Costa publicada na Edição 69 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários

  1. Porque sigilo de algo tão importante para ser divulgado à população. As Cortes TSE e STF ao esconderem não é obstrução da justiça?

  2. Não entendi, o presidente do TSE, ministro Barroso está gastando uma fortuna no horário nobre das TVs, divulgando que as urnas são invioláveis, porém um hacker permaneceu meses nos computadores do TSE, não foi detectado (quanta segurança) e só ficaram sabendo porque o mesmo falou, a população não pode saber? Segredo de Justiça? O que estes iluministros escondem? Se o sistema é seguro porém foi hackeado quem é mesmo que produz fake news? Esta composição de adevogados de esquerda do atual STF deve servir de exemplo para o mundo, isto sim que é uma corte suprema, Brazuca dando aula de democracia para o mundo, quanto orgulho de viver aqui em Banânia.

  3. A tal investigação que (não sei porquê) não devia ter sido exposta mostra quão paquidérmica é a justiça brasileira. Quem conhece um pouco de informática sabe que o hacker entrou no sistema, capturou tudo, usou a informação e a justiça, três anos depois, está ainda zelosamente sentada em cima da investigação … sigilosa pois nenhum brasileiro pagador de impostos – que paga os salários e tudo mais dos operadores da justiça – tem o direito de ficar sabendo nada a respeito. E quem divulgar algo … aí é processado.

  4. Inacreditável esse DG da PF! O próprio delegado responsável pelo inquérito AUTORIZOU E LIBEROU O QUE PODIA DIVULGAR PUBLICAMENTE, para o RELATOR DA PL. Que vergonha da PF! Está conseguindo perder admiração e respeito do povo descente.

  5. O TSE, se quiser, pode intimar o hacker #VandaTheGod, que preso em Uberlândia. Pra facilitar ao Barrosão, aquele da bandeja, o vídeo com a entrevista dele com o Deputado Felipe está na rede.

  6. Bom seria se investigassem abertamente e extensão do estrago da própria invasão. Afinal é o direito inalienável do voto que está em jogo em plena democracia.

  7. Estão preocupados com o sigilo do que é pra ser público, mas não estão preocupados com o ataque em si, que não teve andamento na apuração sob sigilo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro