Câmara dos Deputados continua a permitir votação remota

O registro de presença, no entanto, deverá ser feito pessoalmente a partir do dia 18
-Publicidade-
Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados
Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados | Divulgação

As sessões na Câmara dos Deputados voltam a acontecer presencialmente a partir do próximo dia 18. A determinação ocorreu após reunião de Arthur Lira (PP), presidente da Casa, com líderes partidários no início desta semana. Foram consultados os líderes da base, oposição, maioria e minoria.

As votações podem seguir em sistema remoto, por meio do aplicativo Infoleg, mas o parlamentar precisa registrar presença no prédio da Câmara. Para forçar a obediências às regras, Lira vai utilizar o mecanismo de efeitos administrativos, que geram ônus, como descontos nos salários.

-Publicidade-

A decisão ocorre após mais de 90 dias em sistema híbrido, apesar da redução nos números de novos casos de covid-19 e internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermarias. Entre os dias 11 e 22 deste mês, haverá sessões deliberativas às segundas-feiras à noite, às terças-feiras o dia todo e às quartas-feiras a partir das 14 horas.

Após o dia 18, as presenças seguem em plenário, com possibilidade de votações remotas, mas os horários não continuam como nas semanas anteriores. O ato formalizando as decisões será publicado entre o fim desta semana e o início da próxima.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

4 comentários Ver comentários

  1. Ter um Deputado com essas virtudes e essa forma de se relacionar com os outros 502 pares, é realmente uma inovaçao, os canalhas estao no poder, e sem duvida tem o apoio de uma grande maioria dos seus membros.

  2. Se perguntar não ofende. Como ficou a votação do caso de Daniel Silveira que estava marcada para terça-feira (12.04.2022) ? Não vejo nenhuma linha na grande mídia (como sempre) falando, nem um deputado exigindo que a questão seja pautada e o Presidente da casa, sumiu. Todo mundo vivendo na caverna de Platão? Ou estou enganado? 02 de outubro de 2022 está chegando senhores deputados e a população irá mandar a fatura dos “covardes frouxos” de nosso legislativo nacional. Sabemos quem são e tenham certeza. VAMOS PASSAR O RODO!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.