Presidente da Argentina quer encontro com Bolsonaro

Embaixador do país vizinho, Daniel Scioli diz que Alberto Fernández deseja trabalhar com o governo brasileiro, deixando "desencontros para trás".
-Publicidade-
Embaixador Daniel Scioli, da Argentina, apresenta credenciais ao presidente Jair Bolsonaro | Foto: Marcos Corrêa/PR
Embaixador Daniel Scioli, da Argentina, apresenta credenciais ao presidente Jair Bolsonaro | Foto: Marcos Corrêa/PR | alberto fernández, jair bolsonaro, argentina, brasil, diplomacia, relações comerciais, daniel scioli

Embaixador do país vizinho, Daniel Scioli diz que Alberto Fernández deseja trabalhar com o governo brasileiro, deixando “desencontros para trás”

alberto fernández, jair bolsonaro, argentina, brasil, diplomacia, relações comerciais, daniel scioli
Embaixador Daniel Scioli, da Argentina, apresenta credenciais ao presidente Jair Bolsonaro
Foto: Marcos Corrêa/PR

O embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, afirmou que o presidente de seu país, Alberto Fernández, quer se encontrar com o chefe do Executivo federal brasileiro, Jair Bolsonaro, ainda este ano.

-Publicidade-

“Trouxe mensagem do presidente Alberto Fernández da vontade de trabalhar junto ao presidente Bolsonaro e sua equipe, deixando para trás desencontros”, disse o embaixador após entregar sua carta credencial ao presidente brasileiro.

A Argentina tem colocado barreiras à importação de produtos brasileiros e isso é visto como ponto focal de tensão na relação comercial entre os dois governos.

Além disso, o peronista Fernández já declarou abertamente sua preferência pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e chegou a acusar o Brasil de ser negligente no combate ao coronavírus.

“Falamos sobre como a pandemia está afetando a economia mundial. O desafio agora é recuperar o volume de intercâmbio comercial”, amenizou o novo embaixador, que foi vice-presidente de Néstor Kirshner entre 2003 e 2007.

Ele pediu ajuda a Bolsonaro para “destravar questões de economia regional” a partir de uma linha direta com os ministros da Agricultura, Tereza Cristina, e da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

“Foi uma reunião muito franca e direta. Estou seguro que [uma eventual reunião entre Bolsonaro e Fernández] será um encontro frutífero para o bem dos nossos povos”, torceu Scioli.

 

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários

  1. O q o governo da Argentina quer é garantir a esmola para o prato de comida argentino, pois a crise q virá afundará o país na pre história, aguardem. Além disso, foi esse desclassificado q pediu o Lula livre na campanha dele. Sua vice é uma ladra e ele é capacho do foro de sp. A primeira oportunidade q ele tiver, vai nos apunhalar e nos trair, como fez o Adélio e moro. Em suma, o papo reto é o seguinte: “nosso agronegócio vai muito, vai comprar quanto? Não tem dinheiro? Pede à China!” NÃO PODEMOS TER PIEDADE DESSE INIMIGO, ESTAMOS EM POSIÇÃO DE VANTAGEM E É HORA DE ESM.AGAR O COMUNISMO NA ARGENTINA.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro