Presidente do Banco Central vira articulador no Congresso

Roberto Campos Neto tenta diluir a resistência dos senadores contra a proposta que flexibiliza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a regra de ouro
-Publicidade-
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto
Foto: José Cruz/Agência Brasil
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto Foto: José Cruz/Agência Brasil | O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto

Roberto Campos Neto tenta diluir a resistência dos senadores contra a proposta que flexibiliza a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a regra de ouro

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto
O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto
Foto: José Cruz/Agência Brasil
-Publicidade-

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, foi escalado para articular com o Congresso a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do orçamento de guerra. O projeto cria um regime extraordinário fiscal, financeiro e de contratações, flexibilizando para a União a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e a regra de ouro.

Como forma de tentar diluir as resistências do Senado, Campos Neto deve manter diálogo direto com os parlamentares. O pedido para que o presidente do BC entre no circuito da articulação política partiu do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE).

“Ele [Campos Neto] será capaz de tirar muitas dúvidas colocadas por diversos senadores. Creio que com isso seja  possível construir um entendimento”, disse Bezerra.

Defendida pela equipe econômica com o apoio do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que votou os dois turnos da PEC no mesmo dia, vários parlamentares resistem no Senado ao que consideram um “cheque em branco” ao governo federal durante a pandemia do novo coronavírus.

A proposta foi questionada por uma auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU). Em ofício enviado à presidente da Comissão de Constituição do Senado, senadora Simone Tebet (MDB-MS), a Corte questiona a necessidade de se votar emendas em período de pandemia.

 

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site