Psol defende investigação de ‘ataques criminosos’ contra Felipe Neto

Partido quer levar caso para a CPMI das Fake News
-Publicidade-
Marcelo Freixo: Psol em apoio a Felipe Neto | Foto: LUÍS MACEDO/AGÊNCIA CÂMARA
Marcelo Freixo: Psol em apoio a Felipe Neto | Foto: LUÍS MACEDO/AGÊNCIA CÂMARA | marcelo freixo - psol - felipe neto - cpmi das fake news

Partido quer levar caso para a CPMI das Fake News

marcelo freixo - psol - felipe neto - cpmi das fake news
Marcelo Freixo: Psol em apoio a Felipe Neto | Foto: LUÍS MACEDO/AGÊNCIA CÂMARA

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News poderá ter mais trabalho a fazer no que depender do PSol. Vice-líder do partido na Câmara dos Deputados, Marcelo Freixo (RJ) anunciou na tarde desta quarta-feira, 29, o desejo para que se apure críticas publicadas nas redes sociais contra o youtuber Felipe Neto.

-Publicidade-

Leia mais: “Quem é contra Felipe Neto é ‘burro’, diz Felipe Neto

De acordo com Freixo, o influenciador digital se tornou vítima de “ataques criminosos”. Nos últimos dias, o “comunicador” se viu personagem de ações que, por meio de postagens nas redes sociais, revelam conteúdos que apresentam palavrões e análises sexuais. No Twitter, por exemplo, foram promovidas as campanhas como #MãesContraFelipeNeto, #PaisContraFelipeNeto e #TodosContraFelipeNeto.

“Queremos saber quem opera e principalmente quem financia essa rede de notícias falsas”, anunciou o parlamentar por meio de postagem no Twitter. O deputado federal pelo Psol fluminense não ressaltou, entretanto, que três dos vídeos relembrados por internautas trazem informações verdadeiras, em momentos em que Felipe Neto:

  1. Gaba-se por gastar R$ 20 mil em uma balada em Las Vegas (EUA);
  2. Analisa o órgão genital do fisiculturista Léo Stronda;
  3. Dá orientação sexual a uma seguidora.

Apoio ao youtuber

Dessa forma, o Psol entra para o time de apoiadores do influenciador digital. A equipe conta com o animador de palco Luciano Huck e 37 entidades. Conforme noticiado por Oeste, instituições divulgaram manifesto na terça-feira, 28. Para o grupo, que conta com participações de associações vinculadas à imprensa, o youtuber tem sido criticado por se opor ao atual governo federal.

MAIS: “Felipe Neto cobra da sociedade o que Felipe Neto não fez

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro