PT, PSB e Solidariedade entram com ação contra MP que altera marco civil da internet

Assinada por Bolsonaro, a medida provisória exige 'justa causa' para a remoção de conteúdos por provedores
-Publicidade-
Foto: Reprodução/Unsplash
Foto: Reprodução/Unsplash

Na terça-feira 7, PT, PSB e Solidariedade entraram com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a Medida Provisória (MP), assinada no dia anterior pelo presidente Jair Bolsonaro. A lei altera o marco civil da internet e, de acordo com o governo, impede “a remoção arbitrária e imotivada de contas, perfis e conteúdos por provedores”, exigindo uma “justa causa” para a exclusão. A petição tramita no Supremo Tribunal Federal.

Para o PT, a MP viola a liberdade de expressão e a livre iniciativa. O partido alega que a regra dificulta a remoção de conteúdos com desinformação ou discurso de ódio. Em nota, a legenda pede a concessão de uma medida cautelar para suspender imediatamente a regra.

O Solidariedade diz que Jair Bolsonaro usa o instrumento das medidas provisórias de “forma casuística, com nítida intenção de inflar os movimentos deste 7 de setembro”.

-Publicidade-

O PSB também pediu a suspensão imediata dos efeitos da MP. Segundo o partido, a decisão “subverte, violenta e repentinamente, a lógica do marco civil da internet”. A sigla afirma que a “justa causa” que passa a ser exigida não contempla “a remoção de conteúdos potencialmente danosos à saúde pública” e a “propagação de mentiras a respeito do sistema de votação eletrônica”. A legenda alega que essa “tarefa que vem sendo exercida de forma eficaz pelas provedoras de redes sociais”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. esse é o esquema da oposição para governar sem ter ganho a eleição… o bolsonaro acabou de editar a medida e já tem um pedido pronto junto aos togados camaradas.. isso está tão escancarado que nem disfarçam … isso não é democracia.. e vigarice cretina e opressora! alem do fato de usar o truque barato de que tudo que o pessoal do bolsonaro faz é mentira, antidemocrático e discurso de ódio.e com base nisso poderem agir por cima das leis, dos princípios do direito e da lógica a seu bel prazer sem sentir incomodados .. mesmo com a maioria do povo vendo isso..o rei nu… filhos de satanás! Deus lhes dará justa paga!

  2. Já estou pronto a aderir à maravilhosa ideia de pensamento padronizado proposto pelo ministério da Verdade do Supremo e pelo que propõem os democratissíssimos partidos como PT, PSB e Solidariedade, que jamais pensaram em regulamentar imprensa e internet.
    Vou publicar uma deliciosa receita culinária aqui, solicitando de joelhos para não ser preso por minhas opiniões, pois tenho família pra sustentar. Nem a ditadura militar prendeu quem publicava receitas culinárias em jornais e revistas.
    Mas… vai que hoje… Melhor deixar pra lá.

    1. BOLO DE FUBÁ
      Quem resiste a um bolo de fubá quentinho? Feita no liquidificador, esta receita, além de saborosa, é super prática. Não se esqueça de colocar as sementes de erva-doce, elas fazem toda a diferença.

      INGREDIENTES
      1 ½ xícara (chá) de fubá mimoso
      1 xícara (chá) de farinha de trigo
      2 xícaras (chá) de açúcar
      4 ovos
      1 xícara (chá) de óleo
      1 xícara (chá) de leite
      1 colher (sopa) de fermento em pó
      1 colher (sopa) de sementes de erva-doce
      1 pitada de sal
      manteiga e farinha de trigo para untar e polvilhar.

      MODO DE PREPARO
      Preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média).
      Com um pedaço de papel toalha (ou pincel), unte com manteiga uma fôrma de bolo, com furo no meio, de 25 cm de diâmetro – tente fazer uma camada bem fina. Polvilhe com farinha e chacoalhe bem para espalhar. Bata sobre a pia para retirar o excesso.
      Numa tigela separada, quebre um ovo de cada vez e transfira para o copo do liquidificador – se um estiver estragado você não perde toda a receita. Junte o óleo, o açúcar e o leite. Bata até ficar liso, por cerca de 5 minutos.
      Transfira a mistura para uma tigela grande. Junte o fubá e a farinha, passando pela peneira. Com um batedor de arame, mexa delicadamente até a massa ficar lisa. Por último misture o fermento, as sementes de erva-doce e o sal.
      Despeje a massa do bolo na fôrma untada e nivele com uma espátula. Leve ao forno preaquecido e deixe assar por cerca de 30 minutos. Para saber se o bolo está assado: espete um palito na massa, se sair limpo é sinal que o bolo está pronto; caso contrário, deixe por mais alguns minutos até que asse completamente.
      Retire do forno e deixe esfriar por 15 minutos antes de desenformar. Sirva em temperatura ambiente.
      NÃO DEIXE ESTRAGAR
      Corte o bolo em fatias individuais e leve ao congelador numa assadeira até endurecer. Depois, coloque em saquinhos plásticos e armazene no congelador. Para descongelar, coloque as fatias ainda congeladas na torradeira, no forno, no microondas ou deixar por algumas horas na geladeira.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.