-Publicidade-

Relações vão ‘extremamente bem’, afirma Ernesto Araújo sobre os EUA

Segundo o chanceler brasileiro, a administração Biden vê a ‘realidade’ do Brasil, e não o que chamou de ‘narrativa distorcida’
Ernesto Araújo elogiou a relação entre Brasil e Estados Unidos
Ernesto Araújo elogiou a relação entre Brasil e Estados Unidos | Foto: Reprodução/YouTube

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, afirmou nesta terça-feira, 2, que a relação com o governo democrata nos Estados Unidos começou “extremamente bem”. De acordo com Ernesto Araújo, a administração Biden vê a “realidade” sobre o Brasil, e não o que chamou de “narrativa distorcida”. “Nosso diálogo com os EUA começou extremamente bem”, disse o ministro, em entrevista coletiva. “Fico feliz quando vejo que o governo norte-americano está olhando a realidade, e não a narrativa distorcida daqueles que têm interesses concretos de que não haja uma aproximação Brasil-EUA, que são aqueles partidários do atraso”, sentenciou.

Araújo aproveitou a ocasião para criticar um relatório entregue por acadêmicos ao governo norte-americano com críticas à política ambiental brasileira. Ele também protestou contra o Brazil Conference, evento realizado na Universidade Harvard, em que, segundo o ministro, foi discutido um “risco à democracia” no Brasil. O relatório, com mais de cem assinaturas, pede que o governo Biden coloque como prioridade no relacionamento com o Brasil suspender a importação de madeira, soja e carne que estejam ligadas ao desmatamento no país. “O que nós temos é, infelizmente, uma espécie de um esforço de algumas correntes políticas no Brasil de criar uma má imagem do país no exterior”, lamentou o ministro.

Leia também: “Ernesto Araújo fala sobre Petrobras, EUA, OCDE e China”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.