Renan Calheiros promete processar Deltan Dallagnol

Senador considera "branda" a punição aplicada contra o procurador
-Publicidade-
O senador Renan Calheiros | Foto: REPRODUÇÃO
O senador Renan Calheiros | Foto: REPRODUÇÃO | renan calheiros - deltan dallagnol - cnmp

Senador considera “branda” a punição aplicada pelo Conselho Nacional do Ministério Público contra o procurador

renan calheiros - deltan dallagnol - cnmp
O senador Renan Calheiros | Foto: REPRODUÇÃO

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) vai recorrer ao Poder Judiciário contra o procurador Deltan Dallagnol. O parlamentar anunciou nesta terça-feira, 8, que processará na esfera cível o ex-coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba.

-Publicidade-

Leia mais: “Quem vai mandar na Lava Jato?”

De acordo com Calheiros, Dallagnol realizou “odiosa perseguição” contra ele. “Campanhas políticas opressivas, postagens fake, investigação sem prova para tornar-me multi-investigado (mais de dois terços arquivados pelo STF)”, postou o senador alagoano sobre o procurador da República.

Diante disso, o político do MDB afirmou que entrará com ação para pedir reparação de danos morais. O congressista, no entanto, não informou quando moverá o processo contra Dallagnol nem comentou qual o valor que considera a título de reparação.

Conselho criticado por dois lados

A postura de Renan Calheiros faz com que a decisão tomada hoje pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) seja criticada pelos dois lados. Isso porque o órgão decidiu punir Deltan Dallagnol. A punição aplicada foi a advertência de censura, que na prática resulta em atraso na progressão da carreira e fica como agravante em outros processos.

O parlamentar foi o responsável pela representação que fez o CNMP punir Dallagnol. Contudo, ele considerou a punição “branda”. Por sua vez, o ex-coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba reclamou do parecer de hoje do conselho, que teve resultado de 9 a 1. Ele alega ter sido punido por ter defendido a causa anticorrupção, conforme noticiou Oeste.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Um pilantra, com mais de 15 processos no lombo, parados no essetêefe (por quê?) processar um honesto procurador da República não é novidade para mim. Nessa republiqueta de bananas os valores são invertidos. O certo torna-se errado, e o errado torna-se certo, com a conivência dessa nojenta justiça brasileira.

  2. É de uma canalhice sem precedentes, um fora da Lei, um político que já comprovadamente desviou dinheiro Público, apenas não foi julgado por razões que comprovam-se agora! Os criminosos se conhecem, e nesse caso se respeitam, pois teme ser delatado! Por que o senhor Renan Calheiro não é condenado como foi seu parceiro Lula? Simples, roubou muito, tem muito dinheiro e compra votos para manter o foro privilegiado! Mas espero um dia ver esse senhor sendo julgado culpado pelos crimes que cometeu, e naturalmente pagando sua pena em algum complexo penitenciário brasileiro.

  3. O vagabundo fala agora na CNN. CONTRA O POVO, pois critica o nosso querido PRESIDENTE, que tem um GOVERNO Central como nunca tivemos. O bandido é senador da República. Esta é a única carta de apresentação. Faz parte da vergonha que temos de endireitar. É iminente a PRESTAÇÃO DE CONTAS c o CONGRESSO é IMINENTE pós quarentena, pela PRISÃO em SEGUNDA instância e fim do foro privilegiado. De-se fim de mamata a esses canalhas, que sequer mais cooptarão funcs públicos graduados a lhes prestar continência.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.