-Publicidade-

Rosa Weber suspende julgamento que questiona decretos de Bolsonaro sobre armas

Apenas o relator, Luiz Edson Fachin, já havia votado e considerou os decretos inconstitucionais
Ministra Rosa Weber, do STF
Ministra Rosa Weber, do STF | Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

A ministra do Supremo Tribunal Federal Rosa Weber suspendeu julgamento que questiona decretos do presidente Jair Bolsonaro que flexibilizaram a compra de armas. Na sexta-feira 12, ela pediu mais tempo para analisar o caso.

Apenas o relator, Luiz Edson Fachin, já havia votado e considerou os decretos inconstitucionais. Segundo ele, “as melhores práticas científicas atestam que o aumento do número de pessoas possuidoras de armas de fogo tende a diminuir, e jamais aumentar a segurança dos cidadãos”.

Leia mais: “Fachin mantém condenações de Lula anuladas”

Fachin é relator de ação do Partido Socialista Brasileiro (PSB) que questiona alguns decretos sobre armas editados pelo presidente em 2019. O julgamento ocorre em plenário virtual e não há previsão de quando voltará a ser pautado.

No mês passado, Bolsonaro editou mais quatro decretos que flexibilizam a posse e o porte de armas. Essas medidas também foram questionadas no Supremo, mas ainda não foram analisadas.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. Primero tomaram as academias e a imprensa para idiotizar os futuros profissionais com ideologia retrograda e corrupta marxista; em segundo nos dividiram em classes étnicas; em terceiro nos desarmam mesmo à revelia do resultado de um plesbicito contrário, em quarto implantam um efetivo sistema corrupto a ponto de ser com siderado um dos maiores já realizados no mundo, quiça não o maior; em quinto engessam o Executivo obstando toda e qualquer alteração lícita na Administração do País, inclusive até impedindo determinadas nomeações que lhes são absolutamente discricionárias; em sexto libertaram corruptos, traficantes, assassinos, estupradores e impediram a Polícia de exercer, em toda sua plenitude, suas atribuições institucionais; em sétimo dividem a Unidade Nacional em Estados Independentes, onde o Governo Federal não é o determinante das funções a ele atribuídas institucionalmente, a exceção da obrigatoriedade de arranjar dinheiro para todo e qualquer estado e munícipio independentemente desses inclusive terem parado suas atividades econômicas, o que impede a geração dos impostos a serem retornados à população; i.e., a fonte de receita governamental – são no fundo uns idiotas que não sabem nem o que fazem e afundam o Brasil no buraco de suas ignorâncias, incompetências, irresponsabilidades e maldades – é a mentalidade socialista da emancipação dos filhos mas desde que os pais continuem bancando suas necessidades e/ou seus desejos; e por último começam a decretar Estado de Sítio como no caso de nossos estado mais producente, São Paulo!

    Mais claro que isso, impossível.

    Com um STF composto por advogados militantes de esquerda que assumiu a única finalidade de impor, goela abaixo, uma Constituição Socialista elaborada, no mínimo, por 9 excrecências com assento lá, ex-advogados despreparados para o cargo, totalmente amorais que se tornaram traidores de um povo que se mantém apavorado, acuado e e amordaçado por sua própria covardia!

  2. Caramba, só faltou desenhar !!!!
    E como é difícil algumas pessoas verem o que de fato está acontecendo.
    Melhor comentário impossível !!!!
    👏👏👏👏👏👏👏👏

  3. Caramba, só faltou desenhar !!!!
    Não consigo entender a dificuldade das pessoas ver o que de fato está acontecendo.
    E se preocupam com a liturgia do cargo Presidencial !!!
    Melhor comentário que vi, td explicado…
    👏👏👏👏👏

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.